Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3130
Title: Estrutura térmica de solos do Nordeste do Brasil.
Other Titles: Thermal structure of soils of Northeastern Brazil.
???metadata.dc.creator???: FIDELES FILHO, José.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: RAO, Tantravahi Venkata Ramana.
???metadata.dc.contributor.referee1???: COSTA, José Maria Nogueira da.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PRECKER, Jurgen Wolfcanc.
Keywords: Estrutura térmica de solos;Solo - propriedades térmicas;Pedologia;Nordeste Brasileiro - solos;Thermal structure of soils;Solo - thermal properties;Northeast Brazil - solos
Issue Date: Nov-1988
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: FIDELES FILHO. José. Estrutura térmica de solos do Nordeste do Brasil. 1988. 122f. (Dissertação de Mestrado em Meteorologia), Curso de Mestrado em Meteorologia, Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal da Paraíba - Campus II - Campina Grande – Paraíba – Brasil, 1988.
???metadata.dc.description.resumo???: Estudou-se o comportamento térmico de diferentes tipos de solo no Nordeste do Brasil através da técnica de análise harmônica de dados de temperatura. Foram consideradas as estações Climatológicas de Campina Grande - PB, São Gonçalo - PB e Surubim - PE e as estações Agrometeorológicas de Bebedouro e Mandacaru, respectivamente em Pernambuco e Bahia. As medidas foram realizadas nos horários de 12:00, 18:00 e 24:00 TMG, sob diferentes condições de tempo, em solo nu e nas profundidades de 02, 05, 10, 20, 30, 50 e 100 cm. A partir dos dados obtidos, determinou-se as propriedades térmicas em diferentes tipos de solo em diferentes profundidades térmicas em diferentes tipos de solo em diferentes profundidades ou camadas. Dentre tais propriedades, destacam-se as seguintes: amplitude e fase das ondas de temperatura a diferentes profundidades, para os 5 primeiros harmônicos da série de Fourier, ciclo anual; difusividades térmica; profundidade de amortecimento e velocidade de penetração da onda de temperatura. Estudou-se, ainda, o comportamento térmico de um Latossolo de textura argilo arenosa, com cobertura vegetal e irrigado por cápsulas porosas sob diferentes condições de pressão hidrostática. Neste último caso, os sensores foram instalados às profundidades de 15, 30 e 60 cm e obtidos registros diários da temperatura. Os valores apresentados pela difusividade térmica, profundidade de amortecimento e velocidade de penetração da onda de temperatura dos solos estudados, são compatíveis com os da literatura.
Keywords: Estrutura térmica de solos
Solo - propriedades térmicas
Pedologia
Nordeste Brasileiro - solos
Thermal structure of soils
Solo - thermal properties
Northeast Brazil - solos
???metadata.dc.subject.cnpq???: Meteorologia.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3130
Appears in Collections:Mestrado em Meteorologia.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOSÉ FIDELES FILHO - DISSERTAÇÃO PPGMet 1988..pdfJosé Fideles Filho - Dissertação PPGMet 1988.24.72 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.