Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3547
Title: Estabelecimentos prisionais agrícolas no Brasil: uma ferramenta de ressocialização, gestão pública sustentável e fomento ao setor agroindustrial.
Other Titles: Agricultural prisons in Brazil: a tool for resocialization, sustainable public management and promotion to the agroindustrial sector.
???metadata.dc.creator???: SANTOS, Vanessa Érica da Silva.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: MARACAJÁ, Patrício Borges.
???metadata.dc.contributor.referee1???: ALMEIDA, José Cezário de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: JAPIASSÚ, André.
Keywords: Cárcere;Prison;Agroindústria;Agribusiness;Sustentabilidade;Sustainability;Gestão pública;Public administration
Issue Date: 22-Apr-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SANTOS, Vanessa Érica da Silva. Estabelecimentos prisionais agrícolas no Brasil: uma ferramenta de ressocialização, gestão pública sustentável e fomento ao setor agroindustrial. 2019. 96 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Sistemas Agroindustriais) - Programa de Pós-Graduação em Sistemas Agroindustriais, Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: A presente pesquisa contextualiza-se na necessidade de buscas de ferramentas de ressocialização aos apenados no sistema carcerário, com a fomentação de uma gestão sustentável, que traga fomento ao setor agroindustrial ao passo que contribui com a gestão pública por trazer sustentabilidade e ressocialização aos Estabelecimentos prisionais. Atualmente o Brasil ocupa a 3ª Maior população carcerária do mundo, demonstrando a necessidade de busca de ferramentas de ressocialização para diminuir esse elevado número. Ademais, os gastos públicos para proporcionar a manutenção desses estabelecimentos precisam serem otimizados, no que se contextualiza de forma interdisciplinar a presente temática que visa discutir a agricultura de sustentabilidade nos estabelecimentos penais agrícolas como uma ferramenta de ressocialização. A pesquisa utilizou o método dedutivo como metodologia de abordagem, através de uma pesquisa qualitativa, tendo em vista que partiu da totalidade do tema de sustentabilidade e ressocialização e se chegou ao problema específico e como método de procedimento o comparativo, pois houve a investigação das problemáticas enfrentadas pelos estabelecimentos penais agrícolas brasileiras e se pôde tabelar dados para diagnosticar a aplicabilidade da agricultura de sustentabilidade efetivamente implantada atualmente, bem como as dificuldades enfrentadas pelos estabelecimentos para a realização da mesma. Quanto aos procedimentos técnicos se utilizou de técnica bibliográfica, documentação indireta, com a análise de dados governamentais acerca das prisões. Ao pesquisar todos os estabelecimentos penais agrícolas do brasil, diagnostica-se que não se têm efetivado a finalidade proposta, de modo que na maioria das regiões, com exceção do Sul, apenas, em média 50% dos Estados possuem estabelecimentos com finalidade de desenvolvimento agrícola e dentre essas a maioria não realiza o trabalho de maneira eficaz. A pesquisa demonstrou que alguns estabelecimentos agrícolas conseguiram resultados eficazes na ressocialização, o que demonstrou a eficácia da ferramenta quando utilizada de maneira adequada. Ressalta-se ainda o ganho empresarial como a presente ideia de implementar fonte de renda a partir da utilização de mão de obra barata e espaço cedido pelo Estado, o que acaba por fomentar o setor Agroindustrial. Ao final demonstra-se que interdisciplinaridade entre gestão pública carcerária, agroindústria, são ferramentas que podem gerar ressocialização, gestão sustentável e fomento a economia empresarial.
Abstract: The present research contextualizes in the need of search of tools of resocialization to the prisoners in the prison system, with the fomentation of a sustainable management, that brings foment to the agroindustrial sector while it contributes with the public management for bringing sustainability and resocialization to the prison establishments. Brazil currently occupies the third largest prison population in the world, demonstrating the need to search for resocialization tools to reduce this high number. In addition, the public expenditures to provide the maintenance of these establishments need to optimized, in which it contextualized in an interdisciplinary way the present theme that aims to discuss the sustainability agriculture in the agricultural penal establishments as a tool of resocialization. The research used the deductive method as a methodology of approach, through a qualitative research, considering that it started from the totality of the theme of sustainability and resocialization and the specific problem reached. The method of procedure was the comparative one, as it was the investigation of the problems faced by the Brazilian agricultural penal establishments and it was possible to table data to diagnose the applicability of the agriculture of sustainability, actually implanted today, as well as the difficulties faced by the establishments for the accomplishment of the same one. As for the technical procedures, a bibliographical technique, indirect documentation it was used, with the analysis of governmental data about prisons. When researching all agricultural establishments in Brazil, it has diagnosed that the proposed purpose has not realized, so that in most of the regions, except for the south, only 50% of the states have, on average, and most of them do not do the work effectively. The research has shown that some agricultural establishments have achieved effective results in resocialization, which demonstrated the effectiveness of the tool when used properly. It is also worth mentioning the business gain as the present idea of implementing a source of income from the use of cheap labor and space ceded by the State, which ends up fomenting the Agroindustrial sector. At the end, it is shown that interdisciplinary among prison management, agribusiness, are tools that can generate resocialization, sustainable management and fostering the business economy.
Keywords: Cárcere
Prison
Agroindústria
Agribusiness
Sustentabilidade
Sustainability
Gestão pública
Public administration
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração.
Direito.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3547
Appears in Collections:Mestrado Acadêmico em Sistemas Agroindustriais (Pombal).

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VANESSA ÉRICA DA SILVA SANTOS - DISSERTAÇÃO - PPGSA - ACADÊMICO 2019.pdfVanessa Érica da Silva Santos - dissertação - PPGSA - acadêmico 2019.3.22 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.