Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3644
Title: Regeneração natural em área de caatinga manejada, no Município de Cuité, no Estado da Paraíba.
Other Titles: Natural regeneration in caatinga area managed, in the municipality of Cuité-Paraíba.
???metadata.dc.creator???: SOUZA, Maílson Pereira de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: ALVES, Allyson Rocha.
???metadata.dc.contributor.referee1???: HOLANDA, Alan Cauê de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: BAKKE, Ivonete Alves.
Keywords: Regeneração natural - caatinga;Caatinga - regeneração natural;Caatinga manejada;Banco de sementes;Produção sustentável;Bioma caatinga;Regeneração natural em florestas;Diversidade florística - caatinga;Natural regeneration - caatinga;Seed bank;Cuité - PB - Caatinga;Natural Regeneration in Forests;Manejo florestal;Unidades de Produção Anual - UPA's;Assentamento Brandão III - Cuité - PB
Issue Date: 22-Feb-2018
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SOUZA, Mailson Pereira de. Regeneração natural em área de caatinga manejada, no Município de Cuité, no Estado da Paraíba. 2018. 111f. (Dissertação de Mestrado em Ciências Florestais), Programa de Pós-graduação em Ciências Florestais, Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande – Patos – Paraíba Brasil, 2018.
???metadata.dc.description.resumo???: Apesar de ser um dos biomas brasileiros mais heterogêneos, não obstante o menos conhecido, a Caatinga encontra-se sob forte antropismo. Dessa forma, o manejo florestal oferece técnicas que devem ser utilizadas para garantir a manutenção da sustentabilidade do sistema produtivo de áreas com potencial para manejo. Assim, é fundamental desenvolver estudos sobre a dinâmica da regeneração natural das áreas de Caatinga que sofreram esse distúrbio, com vista a oferecer subsídio a trabalhos futuros e avaliar as técnicas empregadas. O objetivo deste estudo foi avaliar a composição florística, a estrutura e o comportamento da regeneração natural do estrato arbóreo-arbustivo, bem como verificar a diversidade florística e fitossociológica do banco de sementes do solo em três Unidades de Produção Anual (UPA‟s) submetidas ao manejo florestal em diferentes épocas de corte e na Reserva Legal. Este estudo foi desenvolvido no assentamento da reforma agrária, Brandão III, situado no município de Cuité-PB. Para avaliação da regeneração natural, foram instaladas parcelas de 5 x 5 m (25m2) dentro dos talhões explorados e na Reserva Legal (R.L.), totalizando 40 unidades amostrais, sendo mensurados os indivíduos com CNS ≤ 6 cm e com altura mínima de 0,5 m. Foram estudadas a composição florística, a estrutura horizontal, a estrutura da regeneração natural (RNT) e o tipo de origem de regeneração. Os dados de densidade, diversidade e origem da regeneração natural e densidade e diversidade de espécies do banco de sementes no solo foram comparados pelo Teste de Tukey a 5% de significância. Para avaliar o banco de sementes nas áreas selecionadas, foram coletadas 10 amostras do banco de sementes do solo no interior de cada parcela (25m2) no canto inferior direito, totalizando 40 amostras de solo+serapilheira. No levantamento da regeneração natural, foram amostrados 2021 indivíduos, representados por 32 espécies, 27 gêneros, distribuídos em 16 famílias. As famílias botânicas mais representativas foram: Fabaceae, com 8 sp, Euphorbiaceae, com 6 sp,e Anacardiaceae, com 2 sp. Nas 40 bandejas referentes ao banco de sementes no solo das quatro unidades experimentais, emergiram 1.993 indivíduos, pertencentes a 22 famílias botânicas e 49 espécies. Para todo efeito de comparação, o manejo florestal não afetou negativamente a regeneração natural, embora a exploração tenha diminuído o número de espécies em comparação com a reserva natural. Conclui-se assim que as técnicas aplicadas no plano de manejo asseguram de forma eficiente a recuperação da vegetação por meio do mecanismo de regeneração natural.
Abstract: Despite being one of the most heterogeneous Brazilian biomes, despite the least known, the Caatinga is under strong anthropism. In this way, forest management offers techniques that must be used to guarantee the sustainability of the productive system of areas with management potential. Thus, it is fundamental to develop studies on the dynamics of the natural regeneration of the Caatinga areas that suffered this disturbance, in order to offer subsidy to future work and to evaluate the techniques employed. The objective of this study was to evaluate the floristic composition, structure and behavior of the natural regeneration of the arboreal-shrub stratum, as well as verify the floristic and phytosociological diversity of the soil seed bank in three Annual Production Units (PAUs) submitted to management different cutting seasons and in the Legal Reserve. This study was developed in the settlement of the agrarian reform, Brandão III, located in the municipality of Cuité-PB. In order to evaluate the natural regeneration, 5 x 5 m (25m2) plots were installed within the harvested plots and in the Legal Reserve (RL), totaling 40 sample units, being measured individuals with CNS ≤ 6 cm and with a minimum height of 0,5 m. The floristic composition, the horizontal structure, the natural regeneration structure (RNT) and the type of regeneration origin were studied. The data of density, diversity and origin of the natural regeneration and density and diversity of species of the seed bank in the soil were compared by the Tukey test at 5% of significance. To evaluate the seed bank in the selected areas, 10 samples of the soil seed bank were collected inside each plot (25m2) in the lower right corner, totaling 40 samples of soil + litter. In the survey of natural regeneration, we sampled 2021 individuals, represented by 32 species, 27 genera, distributed in 16 families. The most representative botanical families were: Fabaceae, with 8 sp, Euphorbiaceae, with 6 sp, and Anacardiaceae, with 2 sp. In the 40 trays referring to the seed bank in the soil of the four experimental units, there were 1,993 individuals belonging to 22 botanical families and 49 species. For all comparative purposes, forest management did not negatively affect natural regeneration, although the exploitation reduced the number of species compared to the natural reserve. It is concluded that the techniques applied in the management plan efficiently ensure the recovery of vegetation through the natural regeneration mechanism.
Keywords: Regeneração natural - caatinga
Caatinga - regeneração natural
Caatinga manejada
Banco de sementes
Produção sustentável
Bioma caatinga
Regeneração natural em florestas
Diversidade florística - caatinga
Natural regeneration - caatinga
Seed bank
Cuité - PB - Caatinga
Natural Regeneration in Forests
Manejo florestal
Unidades de Produção Anual - UPA's
Assentamento Brandão III - Cuité - PB
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Florestais.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3644
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Florestais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MAILSON PEREIRA DE SOUZA - DISSERTAÇÃO PPGCF 2018..pdfMailson Pereira de Souza - Dissertação PPGCF 2018.1.67 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.