Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3945
Title: Necessidades hídricas e produtividade de água da cultura do meloeiro irrigado na região de Mossoró-RN.
Other Titles: Water requirements and water productivity of irrigated melon in the region of Mossoró - RN.
???metadata.dc.creator???: BORGES, Valéria Peixoto.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SILVA, Bernardo Barbosa da.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SANTOS, Carlos Antonio Costa dos.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ESPÍNOLA SOBRINHO, José.
???metadata.dc.contributor.referee3???: OLIVEIRA, Aureo Silva de .
???metadata.dc.contributor.referee4???: CARAMORI, Paulo Henrique.
Keywords: Melão;Evapotranspiração;Razão de Bowen;SEBAL;Uso da Água;Melon;Evapotranspiration;Bowen Ratio;Water Use
Issue Date: 9-Dec-2011
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BORGES, V. P. Necessidades hídricas e produtividade de água da cultura do meloeiro irrigado na região de Mossoró-RN. 2011. 149 f. Tese (Doutorado em Meteorologia) – Programa de Pós-Graduação em Meteorologia, Centro de Tecnologia e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2011.
???metadata.dc.description.resumo???: Atualmente o meloeiro é o segundo fruto mais importante na pauta das exportações brasileiras, sendo o estado do Rio Grande do Norte o principal produtor no Brasil, com 41% do total da área plantada. O cultivo do meloeiro nesta região é feito utilizando-se cobertura plástica no solo e depende da irrigação, suprida com água de aqüíferos subterrâneos. Com a crescente demanda de alimentos, o uso da água na agricultura de regiões semiáridas deve considerar a aplicação da menor quantidade possível de água que possa garantir uma boa produção e conservação do solo. O presente estudo tem por objetivo determinar as necessidades hídricas e a produtividade de água do meloeiro irrigado cultivado com mulch no semiárido do Rio Grande do Norte. Utilizou-se a técnica do Balanço de Energia pela Razão de Bowen (BERB) e o algoritmo Surface Energy Balance Algorithm for Land (SEBAL) para determinar coeficientes de cultivo (Kc) e a evapotranspiração de áreas cultivadas com melão em quatro fazendas no município de Mossoró (Dinamarca: 4º54’28” S; 37º24’06” W; 17 m, Brazil Melon: 4º54’26” S; 37º23’02” W; 29 m, Fruta Vida: 4°59’52” S; 37°23’09” W; 54 m e Norfruit: 4º54’10” S; 37º22’01” O; 36 m). O experimento de campo com instrumentos para determinar o BERB foi instalado em duas épocas dentro da safra 2009/2010 na Fazenda Fruta Vida. Para implementação do SEBAL foram utilizadas cinco imagens do mapeador temático do satélite Landsat 5. Índices de produtividade e uso da água foram aplicados com dados coletados em campo e gerados pelo SEBAL. A média do Kc determinado nas duas campanhas de campo foi 0,26, 0,96 e 0,63, para os estádios inicial, médio e final, respectivamente. Os valores estimados pelo SEBAL foram próximos aos encontrados em campo, com máxima diferença de 13% entre os métodos. A produtividade e os índices de uso da água variaram bastante nas áreas estudadas. O suprimento relativo de água à cultura foi satisfatório, porém a média da fração de uso da água foi de 0,61, ou seja, 39% da água aplicada não foi utilizada pelas plantas. A média da produtividade de água com base na irrigação foi 6,47 kg m-3. A análise econômica do uso da água revelou alta produtividade do meloeiro, com média de 4,41 US$ m-3.
Abstract: Currently, melon is the second most important fruit in Brazilian exports, and the state of Rio Grande do Norte is the largest producer in Brazil, with 41% of the total planted area. The melon is cultivated in this region using plastic cover (mulch) on the ground and depends on groundwater irrigation. With the growing demand for food, agricultural water use in semiarid regions should consider applying the least amount of water that can ensure good yields and soil conservation. The objective of this study is to determine the water needs and water productivity of irrigated melon cultivated with mulch in the semiarid region of Rio Grande do Norte. For this purpose we used the Bowen Ration Energy Balance (BREB) method and the Surface Energy Balance Algorithm for Land (SEBAL) to determine crop coefficients (Kc) and evapotranspiration of melon crops in four farms in the municipality of Mossoró (Dinamarca: 4º54’28” S; 37º24’06” W; 17 m, Brazil Melon: 4º54’26” S; 37º23’02” W; 29 m, Fruta Vida: 4°59’52” S; 37°23’09” W; 54 m e Norfruit: 4º54’10” S; 37º22’01” O; 36 m). The BREB field experiment was carried out twice in the 2009/2010 season. Five Landsat Thematic Mapper-5 images were processed to determine evapotranspiration by SEBAL. Indicators of productivity and water use were applied to data collected in the field and generated by SEBAL. The average Kc determined in two field experiments was 0.26, 0.96 and 0.63 for initial, middle and end stages, respectively. The values estimated by SEBAL were close to those found by BREB with a maximum deviation of 16% between the methods. Productivity and water use indicators varied widely in the studied area. The relative water supply for the crop was satisfactory, however the average deplect fraction was 0.61, revealing that 39% of applied water was not used by plants. The average crop water productivity based on irrigation was 6.47 kg m-3. The economic analysis of water productivity revealed high values to melon, with an average of 4.41 US $ m-3.
Keywords: Melão
Evapotranspiração
Razão de Bowen
SEBAL
Uso da Água
Melon
Evapotranspiration
Bowen Ratio
Water Use
???metadata.dc.subject.cnpq???: Meteorologia
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/3945
Appears in Collections:Doutorado em Meteorologia.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VALÉRIA PEIXOTO BORGES – TESE (PPGMET) 2011.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.