Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4244
Title: Crescimento, crise e qualidade de vida no Brasil: uma verificação das décadas de 70 e 80.
Other Titles: Growth, crisis and quality of life in Brazil: a verification of the 1970s and 1980s.
???metadata.dc.creator???: TORRES, Ranieri Ferreira.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SANTOS, Robério Ferreira dos.
Keywords: Crescimento Econômico - Políticas Sociais;Qualidade de Vida - População - Brasil;Indicadores Sociais - Crise;Política Econômica Brasileira (Década de 70);Crise Econômica Brasileira (Década de 80);Economic Growth - Social Policies;Quality of Life - Population - Brazil;Social Indicators - Crisis;Brazilian Economic Policy (1970s);Brazilian Economic Crisis (1980s)
Issue Date: Nov-1997
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: TORRES, Ranieri Ferreira. Crescimento, crise e qualidade de vida no Brasil: uma verificação das décadas de 70 e 80. 1997. 85f. (Dissertação de Mestrado em Economia Rural e Regional), Programa de Pós-graduação em Economia Rural e Regional, Centro de Humanidades, Universidade Federal da Paraíba – Campus II - Campina Grande - Paraíba - Brasil, 1997.
???metadata.dc.description.resumo???: O presente estudo objetiva mostrar a evolução do nível de qualidade de vida da população brasileira no decorrer das décadas de 70 e 80. No primeiro momento quando o Brasil vivia um período de grande dinamismo econômico, o chamado crescimento acelerado, com expansão do emprego à uma taxa de 7% ao ano, muito acima da elevação da população economicamente ativa (PEA). Isto se verifica concomitante e paradoxalmente à uma crescente desigualdade social e à uma péssima distribuição de renda. Em contrapartida, nos anos 80, período conhecido como "década perdida" ou de estagnação econômica, evidencia-se um quadro diferente, que se caracteriza por um notável progresso de alguns indicadores sociais que ocorre não obstante à recessão que caracterizou a década, tal como a esperança de vida ao nascer, que melhora substancialmente nos anos 80, quando comparado aos anos 70, assim como a diminuição em termos percentuais do número de analfabetos e o de habitantes por médico. No que se refere aos coeficientes de mortalidade infantil, o que se observa é uma queda para cerca da metade daqueles vistos em 1970. Ainda nos anos 80, merece destaque a emergência da agricultura como uma liderança no setor econômico, que passa a funcionar como força estabilizadora que amortece o colapso do crescimento de renda. É importante salientar que esta significativa melhora em alguns indicadores sociais em plena "paralisia dos indicadores econômicos", é atribuída ao pacote de investimentos sociais executados na década de 80 pelo Estado. A partir dos dados disponíveis, construiu-se um índice o qual se prestará à análise quantitativa da qualidade de vida, usando-se como subsídio seis indicadores sociais, quais sejam: mortalidade infantil, esperança de vida, renda familiar, taxa de desemprego, taxa de analfabetismo e grau de escolaridade. Os dados estudados concernentes a esses indicadores apontam para um agravamento crescente da qualidade de vida no país, conseqüente sobretudo à deterioração de alguns índices na região Nordeste e estagnação, ou até queda dos mesmos índices, em estados da Região Sul.
Abstract: The present study aims to show the development of the quality level of the Brazilian population life within the 70s and 80s, in the first moment when a time of great economic dymanics.the so called fast grow.rising employment at a 7% rate year.right above the economic working population.(PEA). This is observed, at the same time and contrastly, as a raising inequality to social matters, and to a so bad income distribution. On the other hand, during the 80s, a time known as "The lost decade" or an economic estagnationjt's seen a diferent gap, wich is marked by a remarkable progress of some social indicators on the 60, despite of delay wich was a feature to the decade, such as the life expectancy that improves greatly in the 80s, comparing to the 70s, as the illiterate percentage and number of inhabitants per doctor. Concerningto the child mortality rates, what is observed is a decrease to about half of the rates checked in 1970. Back to 80s, the agriculture emergency is outstanding as a leader in the economic matter, wich begins to work as balancing power making the income grow a bit soft. It's remarkable to say that this outstanding improvement about some social indicators during a "whole economic stop" is related to the package on social investment, done by the state in the 80s. From this analyses on an index has been built to be checked for life's quality and quantity, making use of six social indicators, such as: children mortality, life hope, family income, unemployment rate, illiterate rate, and scholar level. The stuied data concerning to these ranges shows an increasing damage in the life quality in the country, following, in all, to the deterioration of a few views in the Northeast region and stagnation or even the fall of the same matters in the South region.
Keywords: Crescimento Econômico - Políticas Sociais
Qualidade de Vida - População - Brasil
Indicadores Sociais - Crise
Política Econômica Brasileira (Década de 70)
Crise Econômica Brasileira (Década de 80)
Economic Growth - Social Policies
Quality of Life - Population - Brazil
Social Indicators - Crisis
Brazilian Economic Policy (1970s)
Brazilian Economic Crisis (1980s)
???metadata.dc.subject.cnpq???: Economia
Economia Regional
Economia Agrária
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4244
Appears in Collections:Mestrado em Economia Rural e Regional.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RANIERI FERREIRA TORRES - DISSERTAÇÃO PPGERR 1997..pdfRanieri Ferreira Torres Dissertação - PPGERR 19974.5 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.