Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4672
Title: População e migrações: contribuição ao estudo da reprodução da população nas fronteiras agrícolas da Amazônia.
Other Titles: Population and migrations: contribution to the study of the reproduction of the population in the agricultural frontiers of the Amazon.
???metadata.dc.creator???: SOUSA, Maria de Fátima Marreiro de.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BEYLIER, Charles Michael.
Keywords: Sociologia Rural.;Movimento Populacional - Amazonas.;Migração - Amazonas.;Fronteiras Agrícolas - Amazonas.;Reprodução Populacional - Campesinato.;Rural Sociology.;Population Movement - Amazonas.;Migration - Amazonas.;Agricultural Borders - Amazonas.;Population Reproduction - Peasantry.
Issue Date: May-1986
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SOUSA, Maria de Fátima Marreiro de. População e migrações: contribuição ao estudo da reprodução da população nas fronteiras agrícolas da Amazônia. 1986. 295f. (Dissertação de Mestrado em Sociologia Rural), Curso de Mestrado em Sociologia Rural, Centro de Humanidades, Universidade Federal da Paraíba - Campina Grande - PB - Campus II - Brasil, 1986.
???metadata.dc.description.resumo???: As condições de reprodução social do campesinato tendem à proletarização. No entanto, essa proletarização encontra duas principais formas de resistências da organização social desses em sindicato, associações de ajuda mútua (produção e consumo). Grande parte dos imigrantes das áreas de colonização oficial de Roraima, por exemplo, às margens da BR-210 ( perimetral Norte) e BR-474 ( Manaus/ Boa Vista) são provenientes de Rondônia. Muitos venderam seus lotes para se capitalizar um pouco e “tocar” um lote em Roraima, outros por causa das condições adversas a sua sobrevivência, tanto física como sociais; outros porque foram posseiros expulsos, e alguns outros porque cansaram de esperar um lote do INCRA.
Abstract: he conditions of social reproduction of the peasantry tend to proletarianization. However, this proletarianization finds two main forms of resistances of the social organization of these in union, associations of mutual aid (production and consumption). Most of the immigrants from the official colonization areas of Roraima, for example, on the banks of the BR-210 (north perimeter) and BR-474 (Manaus / Boa Vista) come from Rondônia. Many sold their lots to capitalize a little and "touch" a lot in Roraima, others because of adverse conditions to their survival, both physical and social; others because they were squatters expelled, and some others because they tired of waiting for a lot of INCRA.
Keywords: Sociologia Rural.
Movimento Populacional - Amazonas.
Migração - Amazonas.
Fronteiras Agrícolas - Amazonas.
Reprodução Populacional - Campesinato.
Rural Sociology.
Population Movement - Amazonas.
Migration - Amazonas.
Agricultural Borders - Amazonas.
Population Reproduction - Peasantry.
???metadata.dc.subject.cnpq???: Sociologia.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4672
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA DE FÁTIMA MARREIRO DE SOUSA - DISSERTAÇÃO PPGCS 1986..pdfMaria de Fátima Marreiro de Sousa - Dissertação PPGCS 1986. 105.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.