Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4747
Title: Abastecimento alimentar no Brasil: 1951/60 (uma introdução a seu estudo sócio-econômico).
Other Titles: Food supply in Brazil: 1951/60 (an introduction to its socio-economic study).
???metadata.dc.creator???: BATISTA, Maria Verônica de Morais.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: PAKMAN, Elbio Troccoli.
???metadata.dc.contributor.referee1???: NAKATANI, Paulo.
???metadata.dc.contributor.referee2???: CAMPANÁRIO, Paulo Roberto.
Keywords: Alimentos - Aspectos Econômicos - Brasil.;Economia Rural - Brasil.;Alimentos - Abastecimento - Brasil.;Food - Economic Aspects - Brazil.;Rural Economy - Brazil.;Food - Supply - Brazil.
Issue Date: Nov-1984
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BATISTA, Maria Verônica de Morais. Abastecimento alimentar no Brasil: 1951/60 (uma introdução a seu estudo sócio-econômico). 1984. 122f. (Dissertação) Mestrado em Economia Rural e Regional, Programa de Pós-graduação em Economia Rural e Regional, Centro de Humanidades, Universidade Federal da Paraíba – Campus II - Campina Grande - Paraíba - Brasil, 1984.
???metadata.dc.description.resumo???: A expansão da produção alimentar no Brasil dá-se até a década de cinquenta, sem maiores pressões por parte do setor urbano-industrial e sem o estímulo direto do Estado. Dessa forma, a dinâmica do abastecimento interno não recebeu interferência significativa alheia a própria organização agrícola, engajada na produção alimentar, embora dê certo tenha se beneficiado de vários estímulos indiretos. Estes afloravam nas " brechas " deixadas pela grande exploração agrícola de exportação, nos períodos de crise desse setor, assim como nos espaços de tempo compreendidos entre o declínio de um ciclo econômico e a fase expansiva do seguinte. É ai onde a produção alimentar aproveita para se expandir e se projetar provisoriamente, como alternativa emergencial diante das fases de conjuntura adversas pelas quais,periodicamente, atravessa a economia do País.
Abstract: The expansion of food production in Brazil occurs until the 1950s, without major pressure from the urban-industrial sector and without the direct stimulus of the State. Thus, the dynamics of domestic supply did not receive significant interference from the agricultural organization itself, engaged in food production, although it did benefit from several indirect stimuli. These emerged in the "gaps" left by the large export farm in the periods of crisis in this sector, as well as in the time spaces between the decline of one economic cycle and the expansionary phase of the next. This is where food production is used to expand and project itself temporarily, as an emergency alternative in the face of adverse economic circumstances through which it periodically crosses the country's economy.
Keywords: Alimentos - Aspectos Econômicos - Brasil.
Economia Rural - Brasil.
Alimentos - Abastecimento - Brasil.
Food - Economic Aspects - Brazil.
Rural Economy - Brazil.
Food - Supply - Brazil.
???metadata.dc.subject.cnpq???: Economia
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4747
Appears in Collections:Mestrado em Economia Rural e Regional.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA VERÔNICA DE MORAIS BATISTA - DISSERTAÇÃO PPGERR 1984..pdfMaria Verônica de Morais Batista - Dissertação PPGERR 1984.29.71 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.