Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4897
Title: Ecofisiologia de limeira ácida tahiti condicionada a porta-enxertos de citros e salinidade da água.
Other Titles: Ecophysiology of tahiti acid lime tree conditioned to citrus rootstocks and water salinity.
???metadata.dc.creator???: ALMEIDA, Juliana Formiga.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BRITO, Marcos Eric Barbosa.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SOARES, Lauriane Almeida dos Anjos.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SÁ, Francisco Vaniés da Silva.
Keywords: Citricultura;Irrigação;Irrigation;Estresse salino;Saline stress;Citrus spp;Poncirus trifoliata;Melhoramento genético;Genetical enhancement
Issue Date: 1-Mar-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: ALMEIDA, Juliana Formiga. Ecofisiologia de limeira ácida tahiti condicionada a porta-enxertos de citros e salinidade da água. 2019. 58 f. Dissertação (Mestrado em Horticultura Tropical) - Programa de Pós-Graduação em Horticultura Tropical, Centro de Ciências e Tecnologia Agroalimentar, Universidade Federal de Campina Grande, Pombal, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: Um dos entraves para o alto rendimento da citricultura na região nordeste, consiste na escassez de água de qualidade para a irrigação, pois a maioria das águas encontradas nessa região possui grande quantidade de sais, limitando o crescimento e produção das plantas, fazendo-se necessário estudar o uso de matérias genéticos com potencial tolerante, que visem melhorar a produção, nessa região. Diante o exposto, objetivou-se avaliar a ecofisiologia da limeira ácida ‘Tahiti’ enxertada em diferentes genótipos oriundos de progênies do cruzamento entre a tangerineira ‘Sunki’, o limoeiro ‘Cravo’ e o Poncirus trifoliata sob salinidade da água de irrigação. O experimento foi realizado em condições de campo, no município de Pombal, PB, Brasil, em condições de clima semiárido. Para isso, utilizou-se lisímetros com capacidade para 150 dm3, onde se estudou 10 combinações copa/porta-enxerto, referentes à Tahiti enxertada em 10 genótipos de citros (nove híbridos e uma testemunha), irrigadas com dois níveis de salinidade da água 0,3 e 3,0 dS m-1, perfazendo um esquema fatorial 10 x 2. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos casualizados, com 3 repetições sendo a parcela constituída por uma planta, totalizando 60 parcelas. As mudas enxertadas foram transplantadas aos 365 dias após a semeadura, sendo o início das aplicações do estresse salino aos 15 dias após o transplantio, perdurando até a produção do primeiro ano, até os 375 dias após o transplantio. Durante esse período, as plantas foram analisadas quanto ao crescimento, trocas gasosas, fluorescência da clorofila a e produção. A salinidade da água de irrigação até 3,0 dSm-1 pode ser utilizada no cultivo de combinações sem ocasionar maiores restrições, ao comprimentos dos frutos exceto nas combinações 3 [TSKC x (LCR x TR) – 059] e 10 (LCRSTC). A combinação de tahiti com genótipo 8 TSKFL x TRBK – 028 possui uma maior sensibilidade a irrigação com água salina e as combinações com os genótipos 1 [TSKC x (LCR x TR) – 017] ,5 [TSKFL x (LCR x TR) – 018] e 6 TSKFL x TRBK – 011 apresentam uma maior tolerância ao estresse salino.
Abstract: One of the obstacles to the high yield of citrus fruits in the northeast region is the scarcity of quality water for irrigation, since most of the water found in this region has a large amount of salts, limiting the growth and production of the plants. the use of genetic material with potential tolerance, aimed at improving production, in this region. The objective of this study was to evaluate the ecophysiology of the Tahiti acid lime tree grafted on different genotypes from the progenies of the 'Sunki' tangerine, the 'Cravo' lemon tree and the Poncirus trifoliata under irrigation water salinity. The experiment was carried out under field conditions in the municipality of Pombal, Brazil, under semi - arid climatic conditions. For this, lysimeters with a capacity of 150 dm3 were used, in which 10 cup / rootstock combinations were studied for Tahiti grafted on 10 citrus genotypes (nine hybrids and one control), irrigated with two levels of salinity of water 0 , 3 and 3.0 dS m-1, making up a 10 x 2 factorial scheme. A randomized complete block design was used, with 3 replications, the plot consisting of one plant, totaling 60 plots. The grafted seedlings were transplanted at 365 days after sowing, and the beginning of saline stress applications at 15 days after transplanting, lasting up to the first year, up to 375 days after transplanting. uring this time, the plants were analyzed for growth, gas exchange, chlorophyll a fluorescence and yield. The salinity of the irrigation water up to 3.0 dSm-1 can be used in the cultivation of the combinations without causing greater restrictions to fruit lengths except for combinations 3 (TSKC x (LCR x TR) - 059] and 10 (LCRSTC). The combination of tahiti with genotype 8 TSKFL x TRBK - 028 has a higher sensitivity to saline water irrigation and combinations with genotypes 1 [TSKC x (LCR x TR) - 017], 5 [TSKFL x (LCR x TR) 018] and 6 TSKFL x TRBK - 011 present a higher tolerance to salt stress.
Keywords: Citricultura
Irrigação
Irrigation
Estresse salino
Saline stress
Citrus spp
Poncirus trifoliata
Melhoramento genético
Genetical enhancement
???metadata.dc.subject.cnpq???: Agronomia.
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/4897
Appears in Collections:Mestrado em Horticultura Tropical (Pombal)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JULIANA FORMIGA ALMEIDA - DISSERTAÇÃO - PPGHT - 2019.pdfJuliana Formiga Almeida - Dissertação - PPGHT – 2019.1.97 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.