Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5010
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisor1ROCHA, Josenilton Patrício.
dc.contributor.advisor1IDROCHA, J. P.pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/9654098249913760pt_BR
dc.contributor.referee1SANTOS, Ana Claudia Ventura dos.
dc.contributor.referee2LUSTOSA, Jacqueline Pires Gonçalves.
dc.description.resumoA pesquisa científica em epígrafe tem por finalidade discorrer sobre a geografia da saúde pública no município de Cajazeiras - Paraíba. O objetivo principal foi o de analisar a relação entre a produção dos espaços de saúde e sua relação com a salubridade da população, aspectos esses considerados de fundamental importância para compreender as condições de saúde da população. No Brasil, no período da Republica Velha, sobrevieram várias mudanças na oferta de saúde publica e nos modelos de saúde. Nem sempre a promoção da saúde foi uma obrigação do Estado, só apos a Constituição Federal de 1988 e que esse direito foi garantido por lei. A ausência de isonomia na espacialização dos órgãos que promovem a saúde pública comprometeu a saúde da população. Até então o setor saúde apresentava-se em crise. Na década de 1990, a implantação do Programa de Saúde da Família foi o modelo assistencial escolhido pelo governo brasileiro para tentar sanar a crise existente no Sistema Único de Saúde. A organização e funcionamento dos órgãos que oferecem os serviços de saúde nos municípios mudaram a realidade da salubridade da população. Analisar a problemática decorrente da relação entre a produção e apropriação da geografia da saúde e suas relações com a oferta e os agravos que acometem a população, se apresenta como primordial para promover uma melhor qualidade de vida para todos. Como referencial teórico, partimos da noção de espaço geográfico proposto por SANTOS, M . (1996), que define o espaço geográfico como sendo um "conjunto indissociável de sistemas de objetos e sistemas de ações.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Formação de Professores - CFPpt_BR
dc.publisher.initialsUFCGpt_BR
dc.subject.cnpqGeografia.pt_BR
dc.titleA geografia da saúde pública e a sua relação com a salubridade da população do município de Cajazeiras-PBpt_BR
dc.date.issued2009-12-15
dc.description.abstractThe scientific research in this epigraph aims to examine the geography of public health in the town of Cajazeiras-PB. The main objective of this work was to analyze the relation between the production of health spaces and its connection to the salubrity of population, aspects considered of fundamental importance to comprehend the health condition of population. In Brasil, during the Old Republic period befell several changes in offering of public health and health models. Health promotion was not always regarded as an obligation of State, nevertheless just after the promulgation of Brasil Constitution 1988 this right was guaranteed by law. The absence of isonomy in spacialization of institutions which promote public health endangered the health of population. Hitherto, the health sector was in crisis. In the 1990's the implementation of Programa de Saude da Familia was the assistance model chosen by Brazilian government as an attempt on curing the existing crisis at Sistema Unico de Saiide. The organization and operation of institutions which offer health services in the counties have changed the reality of the salubrity of population. To analyze the problematic resulting from the relation between production and appropriation of geography of health and its relations to the offer and grievance which assail population is presented as essential for promoting a better quality of life for all of the population. As a theoretical starting point we built on the notion of geographic space proposed by SANTOS, M . (1996) which defines the space geography as an "inseparable aggregation of systems of objects and actions."pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5010
dc.date.accessioned2019-07-23T14:28:46Z
dc.date.available2019-07-23
dc.date.available2019-07-23T14:28:46Z
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.subjectGeografia da saúde públicapt_BR
dc.subjectCajazeiraspt_BR
dc.subjectPrograma saúde da famíliapt_BR
dc.subjectPSFpt_BR
dc.subjectGeography of public healthpt_BR
dc.subjectFamily Health Programpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.creatorALENCAR, Joana D´arc Leite de.
dc.publisherUniversidade Federal de Campina Grandept_BR
dc.languageporpt_BR
dc.title.alternativeThe geography of public health and its relationship with the health of the population of Cajazeiras-PBpt_BR
dc.identifier.citationALENCAR, Joana D´arc Leite de. A geografia da saúde pública e a sua relação com a salubridade da população do município de cajazeiras-PB. 2009. 69 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Análise Geoambiental do Semiárido) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2009.pt_BR
Appears in Collections:Especialização em Análise Geoambiental do Semiárido

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
JOANA D´ARC LEITE DE ALENCAR. TCC. ESP. EM ANÁLISE GEOAMBIENTAL DO SEMI-ÁRIDO.2009.pdfJoana D´arc Leite de Alencar. TCC. ESP. em Análise Geoambiental do Semiárido.2009.10.27 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.