Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5076
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creator.IDSANTOS, S. S.pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6535923585683952pt_BR
dc.contributor.advisor1LIMA FILHO, Gilvan Dias de.-
dc.contributor.advisor1IDLIMA FILHO, G. D.pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5689973879272525pt_BR
dc.contributor.referee1SILVA, Allan Gustavo Freire da.-
dc.contributor.referee2SANTOS, José Ozildo dos.-
dc.description.resumoA geração de emprego e renda está diretamente relacionada ao processo de desenvolvimento, assegurando a qualidade de vida, diminuição das desigualdades e bem-estar da população. Diante da afirmativa, o presente trabalho tem como objetivo analisar o panorama do emprego formal no primeiro governo Dilma Rousseff com foco no ajuste fiscal e no mercado de trabalho. De forma mais especifica, busca-se compreender as disparidades entre o emprego e a atividade econômica, ou seja, como o emprego formal avançou ante a desaceleração da economia. Para ratificar, serão expostos os dados do emprego formal em 2014 através dos dados obtidos na Relação Anual de Informações Sociais. Como apreciação, pode ser destacado que apesar da queda do Produto Interno Bruto no período, especialmente, decorrente da retração da indústria de transformação, o mercado de trabalho foi favorecido pelos estímulos fiscais macroeconômicos como o aguilhoamento do crédito, a expansão da demanda doméstica e do setor de comércio e serviços que proporcionou o crescimento do salário real. Em um cenário geral, pôde ser constatado que as políticas públicas de emprego e renda permitiram a geração de mais postos formais por meio de investimentos em setores estratégicos para esse fim; houve o fortalecimento do sistema público de emprego, trabalho e renda, de forma a integrar as políticas de qualificação profissional, de intermediação de mão de obra e de seguro-desemprego; ocorreu o fortalecimento da proteção social aos trabalhadores e suas famílias; e de políticas que possibilitem a transição da informalidade para as atividades formais, bem como, uma maior distribuição de renda.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido - CDSApt_BR
dc.publisher.initialsUFCGpt_BR
dc.titleAnálise do panorama do emprego formal no primeiro governo Dilma Rousseff: ajuste fiscal e mercado de trabalho.pt_BR
dc.date.issued2017-10-20-
dc.description.abstractThe generation of employment and income is directly related to the development process, ensuring the quality of life, reducing inequalities and the well-being of the population. In the affirmative, the present work aims to analyze the formal employment panorama in the first Dilma Rousseff government focusing on fiscal adjustment and the labor market. More specifically, it seeks to understand the disparities between employment and economic activity, that is, how formal employment has advanced in the face of the slowdown of the economy. In order to ratify, the formal employment data will be exposed in 2014 through the data obtained in the Annual Social Information Report. As an appreciation, it can be pointed out that despite the fall in the Gross Domestic Product in the period, especially due to the slowdown in the manufacturing industry, the labor market was favored by macroeconomic fiscal stimuli such as credit scaling, domestic demand expansion and sector of commerce and services that provided real wage growth. In a general scenario, it could be verified that the public policies of employment and income allowed the generation of more formal posts through investments in strategic sectors for this purpose; there was a strengthening of the public system of employment, work and income, in order to integrate the policies of professional qualification, labor intermediation and unemployment insurance; there was a strengthening of social protection for workers and their families; and of policies that allow the transition from informality to formal activities, as well as a greater income distribution.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5076-
dc.date.accessioned2019-07-25T13:27:23Z-
dc.date.available2019-07-25-
dc.date.available2019-07-25T13:27:23Z-
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.subjectGoverno Dilma Rousseff - empregospt_BR
dc.subjectEmpregos formaispt_BR
dc.subjectAjuste fiscalpt_BR
dc.subjectMercado de trabalhopt_BR
dc.subjectDilma Rousseff Government - Jobs  pt_BR
dc.subjectFormal Jobs  pt_BR
dc.subjectTax adjustment  pt_BR
dc.subjectJob marketpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.creatorSANTOS, Suzana de Sousa.-
dc.publisherUniversidade Federal de Campina Grandept_BR
dc.languageporpt_BR
dc.title.alternativeAnalysis of the formal employment landscape in the first government Dilma Rousseff: fiscal adjustment and the labor market.pt_BR
dc.identifier.citationSANTOS, Suzana de Sousa. Análise do panorama do emprego formal no primeiro governo Dilma Rousseff: ajuste fiscal e mercado de trabalho. 2017. 49f. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Especialização em Gestão das Políticas Públicas, Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, Universidade Federal de Campina Grande, Sumé – Paraíba – Brasil, 2017.pt_BR
Appears in Collections:Especialização em Gestão das Políticas Públicas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SUZANA DE SOUSA SANTOS - TCC Especialização em Gestão das Políticas Públicas 2017..pdfSuzana de Sousa Santos - TCC Especialização em Gestão das Políticas Públicas 2017.1.88 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.