Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5332
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creator.IDGOMES, M. E. B.pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/7798918001912895pt_BR
dc.contributor.advisor1LIMA FILHO, Gilvan Dias de.-
dc.contributor.advisor1IDLIMA FILHO, G. D.pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5689973879272525pt_BR
dc.contributor.referee1SILVA, Luiz Antônio Coelho da.-
dc.contributor.referee2DINIZ, Paulo César Oliveira.-
dc.description.resumoO presente trabalho buscou analisar as tipologias dos empreendimentos econômicos solidários ocorridos no Brasil, considerando às distintas formas de organização coletiva, com princípios voltados a Cooperação e autogestão em diferentes setores da economia e em todos os estados da Federação. Como suporte teórico o estudo partiu da literatura publicada pelos principais autores da área, para posteriormente realizar um levantamento de acordo com os dados da Secretaria Nacional de Economia Solidária (SENAES), disponíveis no Atlas da Economia Solidária de 2009-2013 e no Atlas Virtual da Economia Solidária. Foram considerados como variáveis os fatores motivadores para a criação, o tipo de empreendimento, e o gênero do envolvido. Como resultados, foram encontradas as seguintes tipologias existentes no cenário brasileiro dos Empreendimentos Econômicos Solidários (EES): a maioria está na região Nordeste (40,8%), no meio rural (54,8%), voltados a exercer atividades características da agricultura familiar (47,9%), alocados no segmento econômico de serviços (67%), na forma de associações (60%) e constituídas por até 20 membros (41,7%). Concluiu-se que, há forte crescimento nesse setor com amplas possibilidades de desenvolvimento no campo social e econômico, dada sua contribuição para a inclusão socioeconômica da população mais pobre e para o desenvolvimento local. Já no campo das políticas públicas, apontam diversas possibilidades de intervenção por meio de programas específicos de apoio e fomento, como políticas de subsídio e demanda.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido - CDSApt_BR
dc.publisher.initialsUFCGpt_BR
dc.titleAnálise sobre a tipologia dos empreendimentos de economia solidária no Brasil.pt_BR
dc.date.issued2017-07-05-
dc.description.abstractThe present work sought to analyze how typologies of economic enterprises of solidarity occurring in Brazil, considering the different forms of collective organization, with principles focused on Cooperation and self - management in different sectors of the economy and in all states of the Federation. In support of a study of the literature published by the main authors of the area, to carry out a survey according to data from the National Secretariat for Solidarity Economy (SENAES), available in the Atlas of the Solidarity Economy of 2009-2013 and in the Virtual Economy Atlas Solidary. The motivating factors for a creation, the type of enterprise, and the gender of the involved were considered as variables. As a result, the following typologies were found in the Brazilian Economic Solidarity Projects (EES) scenario: the majority are in the Northeast region (40.8%), in rural areas (54.8%), Family agriculture (47.9%), allocated in the economic segment of services (67%), in the form of associations (60%) and constituted by up to 20 members (41.7%). It was concluded that there is a strong growth in this sector with broad possibilities of social and economic development, given its contribution to the socioeconomic inclusion of the poorest population and to local development. In the field of public policies, they point out various possibilities for intervention through specific support and promotion programs, such as subsidy and demand policiespt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5332-
dc.date.accessioned2019-08-02T09:53:38Z-
dc.date.available2019-08-02-
dc.date.available2019-08-02T09:53:38Z-
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.subjectEconomia solidáriapt_BR
dc.subjectEmpreendimentos de economia solidáriapt_BR
dc.subjectEmpreendedorismo e autogestãopt_BR
dc.subjectSolidarity economy  pt_BR
dc.subjectSolidarity economy enterprises  pt_BR
dc.subjectEntrepreneurship and self-managementpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.creatorGOMES, Maria Edileide Batista.-
dc.publisherUniversidade Federal de Campina Grandept_BR
dc.languageporpt_BR
dc.title.alternativeAnalysis of the typology of solidarity economy enterprises in Brazil.pt_BR
dc.identifier.citationGOMES, Maria Edileide Batista. Análise sobre a tipologia dos empreendimentos de economia solidária no Brasil. 2017. 49f. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Especialização em Educação de Jovens e Adultos com Ênfase em Economia Solidária para Convivência com o Semiárido, Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido, Universidade Federal de Campina Grande, Sumé – Paraíba – Brasil, 2017.pt_BR
Appears in Collections:Especialização em Educação de Jovens e Adultos com Ênfase em Economia Solidária no Semiárido Paraibano. Polo II - Sumé - PB.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARIA EDILEIDE BATISTA GOMES - TCC ESPECIALIZAÇÃO EJA ECOSOL CDSA 2017..pdfMaria Edileide Batista Gomes - TCC Especialização EJA ECOSOL CDSA 2017.1.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.