Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5996
Title: Ensino de libras para aprendizes ouvintes: a injunção e o espaço como dimensões ensináveis do gênero instrução de percurso.
Other Titles: Teaching pounds to hearing learners: the injunction and space as teachable dimensions of the genre.
???metadata.dc.creator???: AGUIAR, Girlaine Felisberto de Caldas.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: REINALDO, Maria Augusta Gonçalves de Macedo.
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: PORTO, Shirley Barbosa das Neves.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LIMA, Niédja Maria Ferreira.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LEBEDEFF, Tatiana Bolivar.
Keywords: Ensino de Libras;Interacionismo Sociodiscursivo;Gêneros Textuais;Modelo Didático de Gênero;Aprendizes Ouvintes;Sing Language Teaching;Sociodiscursive Interactionism;Textual Genre;Didactic Modelo of Genre;Hearing Learners
Issue Date: 16-Jul-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: AGUIAR, G. F. de C. Ensino de libras para aprendizes ouvintes: a injunção e o espaço como dimensões ensináveis do gênero instrução de percurso. 2019. 129 f. Dissertação (Mestrado em Linguagem e Ensino) – Programa de Pós-Graduação em Linguagem e Ensino, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: Esta dissertação tem como objeto de estudo o gênero textual instrução de percurso a ser ensinado na disciplina Libras na perspectiva dos gêneros textuais. O objetivo geral é investigar a utilização de uma metodologia de ensino da Libras (L2) para ouvintes utilizando o gênero instrução de percurso. Os objetivos específicos para este trabalho são: 1) identificar as características definidoras de instruções de percurso; 2) construir um modelo didático a partir das dimensões ensináveis desse gênero; 3) verificar as consequências da utilização desse modelo no ensino e aprendizado da Libras como L2 por ouvintes nível A1. O estudo está orientado por referenciais teóricos e metodológicos do interacionismo sociodiscursivo (ISD) em dois dos seus campos de atuação. O primeiro, referente à descrição de gênero, com o modelo analítico descendente de gênero enfocando as condições de produção do texto, a sua arquitetura e textualização (BRONCKART, 1999), associando a descrição da espacialização e localização em Libras (FERREIRA, 2010; QUADROS & KARNOPP, 2004, entre outros). O segundo campo, didático, engloba, de um lado, o ensino de língua orientado pela noção de modelo didático de gênero e as suas dimensões ensináveis relevantes (DE PIETRO & SCHNEUWLY, [2003] 2009 e MACHADO & CRISTÓVÃO, 2006); de outro, as capacidades de linguagem (ação; discursiva e linguístico-discursiva), envolvidas na compreensão e produção desse mesmo gênero (SCHNEUWLY & DOLZ, 2004; CARNIN & ALMEIDA, 2015). Trata-se de uma pesquisa-ação, de caráter exploratório, cujos procedimentos metodológicos de coleta e geração dos dados consistiram dos seguintes instrumentos: três instruções de percurso sinalizadas/produzidas pela professora pesquisadora e apresentadas em vídeos para graduandos ouvintes de Letras-Língua Portuguesa e de Letras - Língua Inglesa; uma atividade escrita de leitura respondida por esses graduandos; e três instruções de percurso sinalizadas/produzidas pelos mesmos graduandos. O contexto de geração desses dados é o da disciplina Libras destinada aos cursos de licenciatura da Universidade Federal de Campina Grande, em atendimento ao Decreto 5.626/2005. Os resultados em relação à descrição da instrução de percurso em Libras mostram como dimensões relevantes para o seu ensino a sequência injuntiva e a dêixis espacial e pessoal. A noção de modelo didático mostrou-se importante para o desenvolvimento das capacidades de linguagem, tendo sido indicado que na atividade de compreensão e de produção tais capacidades foram acionadas, em sua maioria. Uma dificuldade relevante que deve ser objeto de atenção no ensino desse gênero é a capacidade linguístico-discursiva de sinalizar a orientação da espacialização no percurso a ser realizado.
Abstract: The aim of this dissertation is to extend research into the genre course instruction of sign language teaching by investigating the application of sign language (L2) teaching methodology for hearing students, using the genre course instruction. The specific objectives are: 1) to identify the definying characteristics of the genre course instruction; 2) to build a didactic model starting from the teaching points of the genre; 3) to observe the consequences of the application of the methodology in sign language teaching and learning as L2 for hearing students of level A1. The methodological and theoretical frameworks are based on sociodiscursive interactionism (SDI) in its two acting fields. The first field refers to the description of Genre, with the analytical model of genre focusing on the possibilities favouring text production, its architecture and textualization (BRONCKART, 1999), associating the description of spacialization and localization in sign language (FERREIRA, 2010; QUADROS; KARNOPP, 2004, among others). The second field, the didactic one, involves, on one side, language teaching guided by the notion of the didactic model of genre as well as its relevant teaching dimensions (DE PIETRO; SCHNEUWLY, [2003] 2009; MACHADO; CRISTÓVÃO, 2006), on the other side, language habilities (acting; discursive and linguistic-discursive habilities), involved in the comprehension and production of the genre (SCHNEUWLY; DOLZ, 2004; CARNIN; ALMEIDA, 2015). This is an exploratory action research, whose methodological procedures for collecting and generating data have consisted of the following tools: three course instructions in sign language created by the researcher and presented in videos for undergraduate hearing students of the courses Letras-Língua Portuguesa and Letras - Língua Inglesa [Modern Languages – Brazilian Portuguese and Modern Languages – English]; one written activity of reading answered by these students; and three course instructions in sign language created by the undergraduate students. The context of data generation was the discipline Sign Language of undergraduate courses at the Universidade Federal de Campina Grande [Federal University of Campina Grande], according to the law Decree number 5.626/2005. Results have shown the dimensions to teaching the injunctive sequence and space and personal demarcation as relevant. The notion of didactic model has proven to be important to the development of language habilities, having been indicated that in the activity of comprehension and production these habilities have been mostly used. One relevant drawback that must be called attention in teaching the genre is the linguistic-discursive capacity of sign language concerning the orientation of spacialization during the development of the course.
Keywords: Ensino de Libras
Interacionismo Sociodiscursivo
Gêneros Textuais
Modelo Didático de Gênero
Aprendizes Ouvintes
Sing Language Teaching
Sociodiscursive Interactionism
Textual Genre
Didactic Modelo of Genre
Hearing Learners
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/5996
Appears in Collections:Mestrado em Linguagem e Ensino.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
GIRLAINE FELISBERTO DE CALDAS AGUIAR – DISSERTAÇÃO (PPGLE) 2019.pdf4.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.