Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/6265
Title: Avanços e resistências no processo de implantação do orçamento participativo em Campina Grande (PB).
Other Titles: Advances and resistances in the participatory budgeting process in Campina Grande (PB).
???metadata.dc.creator???: COSTA, Marilene Bizerra da.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: ROTTA, José Heleno.
???metadata.dc.contributor.referee1???: LIMA, Severino José de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MIRANDA, Erico Alberto de Albuquerque.
Keywords: Orçamento Público - Campina Grande (PB);Gestão de Recursos Públicos;Participação Popular;Orçamento Participativo e Democrático;Administração Pública;Planejamento Orçamentário;Public Budget - Campina Grande (PB);Public Resource Management;Popular Participation;Participatory and Democratic Budget;Public Administration;Budget Planning
Issue Date: Sep-2002
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: COSTA, Marilene Bizerra da. Avanços e resistências no processo de implantação do orçamento participativo em Campina Grande (PB). 2002. 170f. (Dissertação) Mestrado em Economia Rural e Regional), Programa de Pós-graduação em Economia Rural e Regional, Centro de Humanidades, Universidade Federal da Paraíba – Campus II - Campina Grande - Paraíba - Brasil, 2002.
???metadata.dc.description.resumo???: O tema da participação popular esta presente na agenda politica nacional há mais de duas décadas. Na verdade, a partir dos anos 70, vem se desenhando em nosso pais uma nova forma de planejamento baseada na participação popular, a qual se originou de iniciativas encabeçadas por setores sociais mobilizados, bem como por grupos políticos na luta contra a ditadura militar. Diante de tal clima, não demorou para que uma proposta de participação popular na gestão dos recursos públicos aparecesse na ordem do dia , principalmente, nos momentos de disputa eleitoral e nas ocasiões em que grupos, tradicionalmente oposicionistas, assumiam alguma esfera do governo. Foi , desta forma, que o orçamento participativo se tornou proposta corrente no cenário politico brasileiro, nos anos 80, numa retomada por alguns segmentos políticos, das tentativas de planejamento municipal participativo que se desenharam de meados da década de 70, para o final da década seguinte. Assim, ha cada vez mais experiencias participativas nas administrações municipais. Neste contexto, Campina Grande não fica indiferente a esse processo e inicia sua experiência em orçamento participativo. O processo teve inicio em 1997 e apresenta avanços e recuos em sua trajetória. Não resta duvidas de que, em termos de seu planejamento, o orçamento participativo constituiu-se numa melhoria significativa e em um avanço democrático inegável. Porém, olhando a questão do lado de sua execução cotidiana, percebesse que ainda existem resistências e incompreensões não desprezíveis a serem vencidas para que o processo como um todo possa ser considerado bem sucedido.
Abstract: The theme of popular participation has been present in the national political agenda for over two decades. In fact, since the 1970s, a new form of popular participation planning has been developing in our country, which originated from initiatives headed by mobilized social sectors as well as political groups in the struggle against the military dictatorship. Faced with such a climate, it was not long before a proposal popular participation in the management of public resources should appear on the agenda, especially at times of electoral traditionally oppositionists, took on some sphere of government. It was in this way that the participatory budget became a current proposal in the Brazilian political scenario in the 1980s, in a resumption by some political segments of the participatory municipal planning drew from the mid-70s to the late Following. Thus, there are more and more participatory experiences in municipal administrations. In this context, Campina Grande is not indifferent to this process and begins its experience in participatory budgeting. The process began in 1997 and presents advances and setbacks in its trajectory. There is no doubt that, in terms of its planning, participatory budgeting has been a significant improvement and an undeniable democratic advance. However, looking at the issue on the side of its daily execution, I realized that there are still resistances and misunderstandings negligible to overcome so that the whole process can be considered successful.
Keywords: Orçamento Público - Campina Grande (PB)
Gestão de Recursos Públicos
Participação Popular
Orçamento Participativo e Democrático
Administração Pública
Planejamento Orçamentário
Public Budget - Campina Grande (PB)
Public Resource Management
Popular Participation
Participatory and Democratic Budget
Public Administration
Budget Planning
???metadata.dc.subject.cnpq???: Economia Regional e Urbana
Economias Agrária e dos Recursos Naturais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/6265
Appears in Collections:Mestrado em Economia Rural e Regional.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARILENE BIZERRA DA COSTA - DISSERTAÇÃO PPGERR 2002.pdfMarilene Bizerra da Costa - Dissertação PPGERR 2002. 29.02 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.