Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/7463
Title: A reinvenção do trabalho no limiar da informalidade: um estudo sobre a condição social dos “flanelinhas” na cidade de Campina Grande-Paraíba.
Other Titles: Reinventing work on the threshold of informality: a study on the social condition of “flanelinhas” in the city of Campina Grande-Paraíba.
???metadata.dc.creator???: IDALINO, Rosa Emília Araújo.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: OLIVEIRA, Roberto Véras de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: GOMES , Ramonildes Alves.
???metadata.dc.contributor.referee2???: CORTELETTI , Roseli de Fátima.
Keywords: Informalidade;Precarização do Trabalho;Flanelinhas;Flexibilização;Informality;Precariousness of Work;Flexibility
Issue Date: 30-Mar-2012
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: IDALINO, R. E. A. A reinvenção do trabalho no limiar da informalidade: um estudo sobre a condição social dos “flanelinhas” na cidade de Campina Grande-Paraíba. 2012. 141 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) – Pós-Graduação em Ciências Sociais, Centro de Humanidades, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2012.
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo aborda a problemática da informalidade e do caráter precário do trabalho no âmbito da cidade de Campina Grande – PB. Analisa estas questões como decorrências das condições históricas de reprodução do caráter precário das relações de trabalho no Brasil, as quais foram agravadas e ressignificadas a partir dos impactos no país de transformações ocorridas mundialmente nesse âmbito, nas últimas décadas, implicando em uma tendência geral à flexibilização do trabalho e ao desemprego. Para aqueles segmentos que, em regiões periféricas, como o Nordeste do Brasil, sempre estiveram excluídos do mercado de trabalho formal ou sofreram os efeitos dos processos atuais da informalidade, resta como medida última de sobrevivência buscar “inventar” o seu próprio trabalho. Nesta perspectiva, entra na cena do mundo do trabalho outros personagens que sobrevivem nas “franjas” da formalidade de forma informal, irregular, sem acesso aos direitos sociais dos trabalhadores inseridos no mercado formal. Aqui, elegemos como caso a ser estudado um fenômeno que tem se apresentado nos centros urbanos brasileiros, provocando tensões, conflitos, dominação e resistência nessa nova dinâmica social e econômica de reprodução da força de trabalho: os “flanelinhas”.
Abstract: This study addresses informality problems and precarious work in the city of Campina Grande-Paraíba-Brazil. These issues are addressed as a result of historical conditions that reproduce the precarious nature of work relations in Brazil which, in the last decade, had a new meaning, as the impacts that the country suffered under the global labor transformations that culminated with the work flexibility or even unemployment. For those segments that, in peripheral regions such as the Northeast of Brazil, have always been excluded from the formal labor market or who have suffered the effects of processes of informality, remains as the last survival model to invent their own work. Therefore, in these labor relations there are those workers who survive on the borderline of formality, without access to social rights of workers in the formal market. In this paper, we observed a phenomenon that has emerged in Brazilian urban centers, leading to tensions, conflicts, domination and resistance in this new social and economic dynamics of the work: os ‘flanelinhas’.
Keywords: Informalidade
Precarização do Trabalho
Flanelinhas
Flexibilização
Informality
Precariousness of Work
Flexibility
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciências Sociais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/7463
Appears in Collections:Mestrado em Ciências Sociais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ROSA EMÍLIA ARAÚJO IDALINO - DISSERTAÇÃO (PPGCS) 2012.pdf1.78 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.