Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/755
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creator.IDLEITE, A. C. C. P.pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/2792967068280561pt_BR
dc.contributor.advisor1ALVES, Clebert José.
dc.contributor.advisor1IDALVES, C. J.pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1073151883256954pt_BR
dc.contributor.referee1CLEMENTINO, Inácio José.
dc.contributor.referee2GOMES, Albério Antonio de Barros.
dc.description.resumoEsta dissertação é composta por dois capítulos. No Capítulo I, foi realizada uma revisão de literatura, que enfocou a raiva como uma zoonose que permeia vários ciclos epidemiológicos. Os morcegos são animais que possuem uma variedade de hábitos alimentares e integrados a eles importantes funções ecológicas. Entretanto os mais conhecidos estão associados a interações negativas, pois se alimentam de sangue (hematófagos) de aves e mamíferos. A espécie Desmodus rotundus, se alimenta estritamente de sangue de mamíferos e hoje é a principal responsável pela veiculação do vírus na região rural, principalmente para bovinos. As modificações nos ambientes naturais, inclusive no bioma Caatinga, que ocupa quase todo território paraibano, desencadeiam desequilíbrios na natureza ativando zoonoses ―adormecidas‖ como a raiva. Para impedir o ressurgimento de doenças que envolvem vários ciclos devem se trabalhar mecanismos de previsibilidade de zonas de risco. Ferramentas de Geoprocessamento, como SIG (Sistema de Informação Geográfica) pode estimar áreas vulneráveis ao vírus, através da espacialização de dados georreferenciados sobre focos e locais de convívio com o principal transmissor. No Capítulo II, foi desenvolvido um trabalho com o objetivo de caracterizar espacialmente abrigos de morcegos e ocorrências da raiva na região semiárida da Paraíba. Foram utilizados dados fornecidos pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca da Paraíba (SEDAP) do período de 2007 a 2015, informações coletadas da plataforma digital do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e um mosaico de imagens do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). As representações geográficas foram produzidas através do software QGIS 2.16.0 – Nodebo, com malhas cartográficas do IBGE e da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba. No período de 2007 a 2015 foram cadastrados 93 abrigos e registradas 51 ocorrências de raiva distribuídas em todas as mesorregiões do Estado. Através dos abrigos georreferenciados foram plotados buffers de 10 km para verificar os locais de maior risco de circulação do vírus da raiva. Considerando o raio de 10 km mais de 80 municípios estão dentro da zona de risco da circulação do vírus rábico, além de outras cidades de Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte, que ficam na divisa da Paraíba. As notificações isoladas, distantes de abrigos cadastrados, demonstram a necessidade de expandir os trabalhos de identificação de abrigos de morcegos, principalmente com a presença de D. rotundus. As subnotificações das ocorrências da raiva no Estado evidenciam que as autoridades 9 competentes devem elucidar melhor os proprietários de informar sobre o surgimento de doenças nervosas em seus rebanhos, como também aumentar o número de informações sobre a presença do D. rotundus na região.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Saúde e Tecnologia Rural - CSTRpt_BR
dc.publisher.programPÓS-GRADUAÇÃO EM ZOOTECNIApt_BR
dc.publisher.initialsUFCGpt_BR
dc.subject.cnpqZootecniapt_BR
dc.subject.cnpqCiências agráriaspt_BR
dc.titleCaracterização especial e identificação dos pontos de abrigos de quirópteros e sua relação com os casos de raiva no semiárido paraibano, Brasil.pt_BR
dc.date.issued2017-05-31
dc.description.abstractThis Master’s thesis comprises two chapters. Chapter 1 presents a literature review that focuses on rabies as a zoonosis that undergoes several epidemiological cycles. Bats are animals with a variety of feeding habits which are directly related to important ecological functions. However, the best known ones are associated to negative interactions for being hematophagous (feed on the blood of birds and mammals). The species Desmodus rotundus, feeds strictly on the blood of mammals and it is currently considered the number one responsible for spreading the rabies virus in rural regions, especially on cattle. The changes in the natural environments, including the Caatinga biome, which stretches throughout most of the Paraíba state territory in Brazil, caused unbalances in the nature, thus reactivating zoonosis that had been inoperative, such as rabies. In order to impede the resurgence of diseases that involve various cycles, mechanisms of predictability in risks zones must be employed. Geoprocessing tools such as the SIG (Brazilian acronym for Geographic Information System) might estimate the vulnerable areas to the virus through spacing of georreferenced data of the sites and places of conviviality with the illness-transmitting animals. Chapter 2 describes an experience conducted with the objective of characterizing spatially the bats’ shelters and the events of rabies in the semi-arid regions (droughty lands) of Paraíba. This work included data from the SEDAP (Brazilian acronym for Paraíba Farming and Ranching Activities Development State Department) between 2007 and 2015; as well as information from the IBGE (Brazilian acronym for Brazilian Institute of Geography and Statistics) digital platform; and even a mosaic image of the INPE (Brazilian acronym for National Institute for Space Research). The geographical representations were produced on QGIS 2.16.0 – Nodebo software with a cartographic mesh from the IBGE and Paraíba State Executive Agency of Water Management. Over the period between the years of 2007 and 2015, 93 bat shelters and 51 occurrences of rabies were catalogued at all state’s mesoregions. Based on the georeferenced shelters, 10-kilometer-buffers were plotted to verify the sites of larger risk of circulation of the rabies virus. Within a 10-kilometer-radius, over 80 towns are in the risk zone of the virus circulation as well as a few other municipalities from the neighboring states of Pernambuco, Ceará and Rio Grande do Norte that are located right on their states’ borders. Isolated cases of rabies infections far from the catalogued shelters show the need for expanding the efforts of identifying the bats’ shelters especially the ones where D. rotundus are present. The undernotes of rabies infections within the state 11 demonstrate that government authorities must provide better information to the farmers about the raise of nerve diseases in the cattle, as well as increase the amount of notifications of the presence of D. rotundus in the region.pt_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/755
dc.date.accessioned2018-05-21T13:16:05Z
dc.date.available2018-05-21
dc.date.available2018-05-21T13:16:05Z
dc.typeDissertaçãopt_BR
dc.subjectEpidemiologiapt_BR
dc.subjectDesmodus rotunduspt_BR
dc.subjectLyssaviruspt_BR
dc.subjectgeoprocessamentopt_BR
dc.subjectEpidemiologypt_BR
dc.subjectgeoprocessingpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.creatorLEITE, Ana Cláudia Caetano Pinheiro.
dc.publisherUniversidade Federal de Campina Grandept_BR
dc.languageporpt_BR
dc.title.alternativeSpecial characterization and identification of the points of bats shelters and their relationship with rabies cases in the semi-arid region of Paraiba, Brazil.pt_BR
dc.description.sponsorshipCapespt_BR
dc.identifier.citationLEITE, Ana Cláudia Caetano Pinheiro. Caracterização especial e identificação dos pontos de abrigos de quirópteros e sua relação com os casos de raiva no semiárido paraibano, Brasil. 2017. 87f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia). Programa de Pós-graduação em Ciência Animal, Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande, Patos - PB, 2017.pt_BR
Appears in Collections:Mestrado em Ciência Animal (Patos).

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA CLÁUDIA CAETANO PINHEIRO LEITE - DISSERTAÇÃO ZOOTECNIA 2017.pdfDissertação1.92 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.