Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8100
Title: Percepção dos servidores técnico-administrativos do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Paraíba sobre a efetivação da politica de atenção à saúde laboral.
Other Titles: Perception of the technical-administrative staff of the Health Sciences Center of the Federal University of Paraíba on the implementation of occupational health care policy.
???metadata.dc.creator???: SOUSA, Anna Anita Almeida e.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BARBOSA, Erivaldo Moreira.
???metadata.dc.contributor.advisor-co1???: BARBOSA, Maria de Fátima Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.referee1???: CORREIA, Suzanne Érica Nóbrega.
???metadata.dc.contributor.referee2???: MARTINS, Maria de Fátima.
Keywords: Gestão de Pessoas;Saúde no Trabalho;Administração Pública;People Management;Health at Work;Public Administration
Issue Date: 12-Jul-2019
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: SOUSA, Anna Anita Almeida e. Percepção dos servidores técnico-administrativos do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Paraíba sobre a efetivação da politica de atenção à saúde laboral. 2019. 89fl. Dissertação (Mestrado Profissional em Administração Pública - PROFIAP) – Centro de Ciências Jurídicas e Sociais, Universidade Federal de Campina Grande. – Sousa/PB – Brasil, 2019.
???metadata.dc.description.resumo???: As condições presentes no meio ambiente do trabalho nas instituições, tanto públicas quanto privadas, desempenham um papel relevante no desenvolvimento das atividades pelos trabalhadores e influenciam em sua qualidade de vida. Um dos aspectos que pode ser afetado por esses fatores é a saúde dos trabalhadores, a qual é resguardada pelas legislações internacional e pátria, devendo as instituições públicas, inclusive as universidades federais, realizar ações direcionadas à atenção da saúde de seus servidores, como parte de suas políticas de gestão de pessoas. Tendo em vista a importância dos servidores públicos para o alcance dos objetivos estatais, é relevante investigar a compreensão dos mesmos acerca da situação atual da efetivação das ações de atenção à saúde no ambiente laboral. Assim, este estudo buscou analisar a percepção dos servidores técnico-administrativos do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal da Paraíba a respeito da efetivação da política de atenção à saúde dos servidores por parte da instituição. Para o desenvolvimento do trabalho, foi efetuado um estudo de campo, com apoio da pesquisa bibliográfica e documental. O estudo caracterizou-se como exploratório e descritivo com abordagem quali-quantitativa e a coleta de dados foi realizada por meio da aplicação de questionário estruturado com os servidores técnico-administrativos do centro em que a pesquisa foi realizada, bem como pela aplicação de uma entrevista semiestruturada com um (a) dos gestores do setor da instituição que trata da implementação das ações de atenção à saúde dos servidores. Com os resultados da pesquisa, verificaram-se baixos níveis de conhecimento sobre as disposições que regem a política de saúde dos servidores federais e sobre os serviços de saúde ofertados, insuficiência de oferta de ações de saúde e falta de participação no processo de gestão da saúde laboral na instituição. Esse quadro revelou a existência de problemas relativos à implementação de ações direcionadas às questões da saúde dos servidores, mormente no que se refere à capacidade insuficiente de abrangência das ações de saúde em relação aos servidores e ao espaço reduzido de participação dos servidores no planejamento e avaliação das ações. Considerando estes fatores, propuseram-se sugestões de melhorias, como o mapeamento amplo das condições de saúde dos servidores, o levantamento das condições de trabalho apresentadas pelos setores e a formação de grupos de trabalho para incluir os servidores no processo de gestão da atenção à saúde, o que pode contribuir para a promoção de um ambiente de trabalho equilibrado e uma prestação de serviços de qualidade.
Abstract: The conditions present in the work environment in the institutions, both public and private, play an important role in the development of activities by workers and influence their quality of life. One of the aspects that can be affected by these factors is the health of workers, which is protected by international and national legislation, and public institutions, including federal universities, must take actions directed at the health care of their civil servants, as part of their management policies. Considering the importance of civil servants for the achievement of state objectives, it is relevant to investigate their understanding of the current situation of health care actions in the workplace. Thus, this study sought to analyze the perception of the technical-administrative civil servants of the Health Sciences Center of the Federal University of Paraiba regarding the effectiveness of the institution's health care policy. For the development of the work, a field study was carried out, with the support of bibliographical and documentary research. The study was characterized as exploratory and descriptive with a qualitative-quantitative approach and the data collection was performed through the application of a structured questionnaire with the technical-administrative civil servants of the center where the research was carried out, as well as by the form of an interview semistructured with one of the managers of the sector of the institution that deals with the implementation of health care actions for civil servants. With the results of the research, it was verified low levels of knowledge about the dispositions that govern the health policy of federal servants and about the health services offered, insufficient health actions and lack of participation in the process of management of occupational health in the institution. This framework revealed the existence of problems related to the implementation of actions directed at the health issues of civil servants, especially regarding the insufficient capacity of coverage of the health actions about the civil servants and the reduced space of participation of the civil servants in the planning and evaluation of the activities. Considering these factors, improvements were suggested, such as the broad mapping of the health conditions of the civil servants, the survey of the working conditions presented by the sectors and the formation of work groups to include the civil servants in the process of health care management, which can contribute to the promotion of a balanced work environment and the provision of quality services.
Keywords: Gestão de Pessoas
Saúde no Trabalho
Administração Pública
People Management
Health at Work
Public Administration
???metadata.dc.subject.cnpq???: Administração Pública
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8100
Appears in Collections:Mestrado Profissional em Administração Pública

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANNA ANITA ALMEIDA E SOUSA - DISSERTAÇÃO (PROFIAP) 2019..pdf1.36 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.