Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8152
Title: Cosmologia inflacionária via campos escalares.
Other Titles: Inflationary cosmology via scalar fields.
???metadata.dc.creator???: NASCIMENTO, Marcio Siqueira Pequeno.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: BRITO, Francisco de Assis de.
???metadata.dc.contributor.referee1???: PASSOS, Eduardo Marcos Rodrigues dos.
???metadata.dc.contributor.referee2???: ALMEIDA, Carlos Alberto Gomes de.
Keywords: Cosmologia;Inflação;Campo Escalar;Gravitação;Equações de Friedmann;Cosmology;Inflation;Climbing Field;Gravitation
Issue Date: 17-Nov-2010
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: NASCIMENTO, M. S. P. Cosmologia inflacionária via campos escalares. 2010. 80 f. Dissertação (Mestrado em Física) – Programa de Pós-Graduação em Física, Centro de Ciências e Tecnologia, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: Na teoria de Cosmologia Inflacionária, que tem como referencial o Universo observado, a gravitação é uma força sempre atrativa. Nunca houve qualquer evidência firme de “anti-gravitação”, em laboratório ou sistemas estelares/galácticos. Porém, isto não necessariamente foi sempre assim, e uma possível solução ao problema da origem da expansão do Universo, é de termos tido uma época onde, pelo menos de forma efetiva, a gravitação tenha sido repulsiva. De fato, as equações de Friedmann atribuem um papel importante à relação entre pressão e a densidade de energia, já que o sinal da aceleração esta determinado por ela. Abre-se assim a possibilidade de ter havido alguma época na qual a expansão do Universo foi acelerada. Este é o conceito básico da era inflacionária. Neste trabalho iremos inserir campos escalares nas equações de Friedmann através da utilização do tensor energia-momento para o exemplo mais simples de um campo escalar obtendo assim a densidade de energia e pressão de uma partícula. Feito isto, podemos obter a equação do movimento da partícula para analisar a evolução temporal do campo escalar conhecido como ínflaton, responsável pelo início da fase inflacionária. De posse da equação do movimento da partícula, iremos utilizar o método de aproximação slow-roll nas densidades de energia potencial e cos para determinarmos o campo escalar e o fator de escala. Com o fator de escala podemos determinar o parâmetro de desaceleração para os dois casos apresentados, e concluir que estas densidades de energia potencial podem representar um modelo de Universo que se expande aceleradamente, o que está de acordo com observações cosmológicas atuais.
Abstract: In the theory of inflationary cosmology, which has as reference the observed universe, the gravitation force is always attractive. There was never any firm evidence of "anti-gravity" in the laboratory or stellar systems/galaxies. But this was not necessarily always so, and a possible solution to the problem of the origin of the Universe expansion, is we had a time where at least effectively, gravitation has been disgusting. Indeed, the Friedmann equations give an important relationship between pressure p and energy density ρ, since the sign of the acceleration given this for her. This opens up the possibility of there having been some time in which the universe's expansion was accelerated. This is the basic concept of the inflationary era. In this work we will insert scalar fields in Friedmann equations using the energy-momentum tensor for the simplest example of a scalar field thus obtaining the energy density and pressure of a particle. This done, we can obtain the equation of motion of the particle to analyze the temporal evolution of the scalar field known as ínflaton, responsible for the early inflationary phase. Possession of the equation of motion of the particle, we use the approximation method slow-roll, densities of potential energy e cos potential to determine the scalar field and the scale factor. With the scale factor can determine the deceleration parameter for the two cases presented, and concludes that these potential energy densities may represent a model Universe that is expanding rapidly, which is in agreement with current cosmological observations.
Keywords: Cosmologia
Inflação
Campo Escalar
Gravitação
Equações de Friedmann
Cosmology
Inflation
Climbing Field
Gravitation
???metadata.dc.subject.cnpq???: Física
Cosmologia
Relatividade e Gravitação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8152
Appears in Collections:Mestrado em Física.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MARCIO SIQUEIRA PEQUENO NASCIMENTO – DISSERTAÇÃO (PPGF) 2010.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.