Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8367
Title: A influência da urbanização no clima das cidades de Petrolina/PE e Juazeiro/BA.
Other Titles: The influence of urbanization on the climate of the cities of Petrolina / PE and Juazeiro / BA.
???metadata.dc.creator???: BEZERRA, Péricles Tadeu da Costa.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: AZEVEDO, Pedro Vieira de.
LEITÃO, Mário de Miranda Vilas Boas Ramos.
???metadata.dc.contributor.referee1???: SOBRINHO, José Espínola.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Vicente de Paulo Rodrigues da.
Keywords: Zona Urbana e Rural;Índice de Conforto Térmico;Ilha de Calor;Clima Urbano;Urbanização - Petrolina - Pernambuco;Urbanização - Juazeiro - Bahia;Urban and Rural Area;Thermal Comfort Index;Heat Island;Urban Climate;Urbanization - Petrolina - Pernambuco;Urbanization - Juazeiro - Bahia
Issue Date: 27-Feb-2009
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BEZERRA, Péricles Tadeu da Costa. A influência da urbanização no clima das cidades de Petrolina/PE e Juazeiro/BA. 2009. 123f. (Dissertação de Mestrado em Recursos Naturais), Programa de Pós-graduação em Recursos Naturais, Centro de Tecnologias e Recursos Naturais, Universidade Federal de Campina Grande – Paraíba – Brasil, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: A intensa urbanização observada nas últimas décadas está ocasionando importantes mudanças ambientais ao redor do planeta, com destaque para as alterações das condições climáticas e aumento da temperatura do ar nas cidades. Este estudo avaliou os efeitos da urbanização sobre o clima das cidades de Petrolina em Pernambuco e Juazeiro na Bahia, municípios com aproximadamente quinhentos mil habitantes, localizados em pleno semi-árido brasileiro. Com o objetivo de avaliar a influência de três diferentes tipologias do espaço urbano sobre o microclima, foram realizados experimentos de campo durante os períodos de inverno (agosto/2007) e verão (dezembro/2007 e janeiro/2008). Para tanto, foram instaladas, simultaneamente, três estações micrometeorológicas nos seguintes locais: (i) área urbana comercial com revestimento asfáltico na superfície; (ii) área urbana residencial com revestimento em paralelepípedo (calçamento) na superfície; e (iii) área urbana de lazer (parque) com revestimento gramado na superfície. Além das análises entre os dados obtidos nessas três áreas, também foram efetuadas comparações, para os mesmos períodos sazonais, entre cada área urbana citada e a área rural, representada pela estação meteorológica da Universidade Federal do Vale do São Francisco, localizada em Petrolina. Os valores observados para a temperatura máxima à superfície na área urbana foram 69,0ºC no verão e 50,2ºC no inverno, bem mais altos que os da área rural, 39,3ºC no verão e 33,1ºC no inverno. Os registros máximos da temperatura do ar também apresentaram o mesmo comportamento: área urbana com 38,2ºC no verão e 32,5ºC no inverno e área rural com 37,2ºC no verão e 31,9ºC no inverno. Durante o verão, as áreas com maior densidade urbana apresentaram desconforto térmico no período vespertino e ilha de calor durante o período noturno, com intensidade de até 7,0ºC na área asfaltada e 6,0ºC nas áreas de calçamento e do parque. Portanto, os resultados obtidos nesta pesquisa confirmaram a hipótese de que as estruturas urbanas influenciam o clima das cidades estudadas.
Abstract: The intense urbanization observed in the last decades have caused important environmental changes around the world with emphasis to the changes in the climatic conditions and air temperature increases in the urban cities areas. This study evaluated the effects of urbanization on the climate of the cities of Petrolina in Pernambuco state and Juazeiro in Bahia state, municipalities with approximately five hundred thousand people, located in the heart of the brazilian semi arid region. To evaluate the influence of three different types of urban space on the microclimate, the field experiments were conducted during the winter (August/2007) and summer (December/2007 and January/2008). For both, were installed, while three micrometeorological stations in the following places: (i) commercial urban area with asphalt coating on the surface; (ii) living urban area with coated in parallelepiped (paving) on the surface; (iii) entertainment urban area (park) with the surface coating lawn. Besides the analysis data obtained in these three locations, comparisons were made with data of the same seasonal periods of each urban area and the rural area obtained in the meteorological station of the Federal University of the San Francisco Valley, located in Petrolina. The observed values for the maximum temperature at the surface in the urban area were 69.0ºC in summer and 50.2ºC in winter and higher than those in rural areas, 39.3ºC in summer and 33.1ºC in winter. The records of the maximum air temperature also showed the same pattern: urban area with 38.2ºC in summer and 32.5ºC in winter and rural area with 37.2ºC in summer and 31.9ºC in winter. During the summer, with higher density urban areas had discomfort in the afternoon heat and the heat island during the night, with intensity of 7.0ºC in asphalt and 6.0ºC in the area of paving, and park. Therefore, the results obtained in this study confirmed the hypothesis that urban structures influence the climate of the cities studied.
Keywords: Zona Urbana e Rural
Índice de Conforto Térmico
Ilha de Calor
Clima Urbano
Urbanização - Petrolina - Pernambuco
Urbanização - Juazeiro - Bahia
Urban and Rural Area
Thermal Comfort Index
Heat Island
Urban Climate
Urbanization - Petrolina - Pernambuco
Urbanization - Juazeiro - Bahia
???metadata.dc.subject.cnpq???: Recursos Naturais
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8367
Appears in Collections:Mestrado em Engenharia e Gestão de Recursos Naturais.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PÉRICLES TADEU DA COSTA BEZERRA - DISSERTAÇÃO PPGRN 2009..pdfPéricles Tadeu da Costa Bezerra - Dissertação PPGRN 2009.4.12 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.