Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8495
Title: Avaliando arquiteturas de auditoria de acordos de nível de serviço para Web Services e Grid Services.
Other Titles: Evaluating service level agreement audit architectures for Web Services and Grid Services.
???metadata.dc.creator???: BARBOSA, Ana Carolina Benjamim.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SAUVÉ, Jacques Philippe.
???metadata.dc.contributor.referee1???: CIRNE FILHO , Walfredo da Costa.
???metadata.dc.contributor.referee2???: GUEDES NETO, Dorgival Olavo.
Keywords: Sistemas Distribuídos;Auditoria de Serviços;Auditoria Independente;Distributed Systems;Service Audit;Independent Audit
Issue Date: 22-Feb-2005
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: BARBOSA, A. C. B. Avaliando arquiteturas de auditoria de acordos de nível de serviço para Web Services e Grid Services. 2005. 81 f. Dissertação (Mestrado em Ciência da Computação) – Pós-Graduação em Ciência da Computação, Centro de Engenharia Elétrica e Informática, Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba, Brasil, 2005.
???metadata.dc.description.resumo???: Gerência de nível de serviço de :HE e *ULG 6HUYLFHV é uma questão importante que precisa ser resolvida para se alcançar a implantação em larga escala de serviços. A necessidade de negociar, medir e auditar a qualidade dos serviços fornecidos (em termos, por exemplo, de desempenho, custo ou segurança) crescerá diretamente com a proliferação de serviços. A gerência de SLA (6HUYLFH /HYHO $JUHHPHQW) compreende as fases de: (i) negociação e estabelecimento do SLA; (ii) auditoria de SLA (iii) notificação de violações do SLA para as partes envolvidas e interessadas; e (iv) a tomada de ações de gerência com o intuito de fazer correções no serviço para evitar novos descumprimentos ou aplicar penalidades aos serviços não cumpridores do SLA. Embora existam trabalhos que abordem a automatização da gerência de SLAs para serviços, eles não detalham a fase de auditoria de SLAs. Esta dissertação foca a fase de auditoria de SLAs para :HE e *ULG6HUYLFHV. São apresentadas sete arquiteturas possíveis para a realização do processo de auditoria, assim como uma avaliação qualitativa e uma avaliação quantitativa dessas arquiteturas. A avaliação qualitativa compara as arquiteturas com base em aspectos como: intrusividade, confiança necessária, uso de requisições extras, possibilidade de tratamento preferencial, auditoria de carga do consumidor, e auditoria de mensagens criptografadas. A avaliação quantitativa foca na perda de desempenho causada pela auditoria. Nessa avaliação, são descritos dois fatores que diminuem o desempenho dos serviços visto pelos clientes devido ao processo de auditoria. Um deles é o tamanho do conjunto de amostras das requisições extras obtidas pelo Provedor para calcular os valores dos SLIs (6HUYLFH /HYHO ,QGLFDWRUV). Quanto maior o tamanho desse conjunto de amostras maior é o impacto no desempenho do serviço. Um outro fator é o Erro de Interferência de Medição (EIM), ou seja, o erro introduzido no valor medido devido ao próprio método de observação. Esses dois fatores são analisados para as sete arquiteturas apresentadas e os EIMs são analisados mais precisamente através de experimentos realizados com a implementação de algumas dessas arquiteturas.
Abstract: Service level management (SLM) of Web and Grid Services is an important issue that has to be solved in order to achieve large-scale deployment of services. The need to negotiate, measure and audit the quality of the services provided (in terms, for instance, of performance, cost or security) will increase directly with the proliferation of services. SLM comprises the following phases: (i) Service Level Agreement (SLA) negotiation and establishment; (ii) SLA auditing (iii) notification of SLA violations to the involved parties; and (iv) triggering of management actions in order to correct services to avoid new violations or to apply penalties to the assigning parties that did not comply with the SLA. Although some research efforts address SLM automation to Grid and Web Services, they do not detail the SLA auditing process. This dissertation focuses on the SLA auditing phase. We here present seven architectures that perform SLA auditing, as well as a qualitative and quantitative evaluation of such architectures. The qualitative evaluation compare the architectures based on aspects such as intrusiveness, trust, use of extra requests, possibility of preferential treatment, possibility of auditing of Consumer load, and possibility of auditing of encrypted messages. The quantitative evaluation focuses on the performance penalty that auditing introduces. In this evaluation, two factors that reduce service performance in the Client view due to auditing are described. One is the sample size of the extra requests sent by Inspector and obtained by the Provider in order to calculate the (Service Level Indicator) SLI values. The greater this sample size, the greater is the impact on service performance. Another factor is the Measurement Interference Error (MIE), that is, the error introduced in the measured value due to the observation method itself. These two factors are analyzed in the seven architectures and the MIEs are analyzed in more details by means of experiments performed with an implementation of some of these architectures.
Keywords: Sistemas Distribuídos
Auditoria de Serviços
Auditoria Independente
Distributed Systems
Service Audit
Independent Audit
???metadata.dc.subject.cnpq???: Ciência da Computação
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/8495
Appears in Collections:Mestrado em Ciência da Computação.

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ANA CAROLINA BENJAMIM BARBOSA - DISSERTAÇÃO (PPGCC) 2005.pdf1.17 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.