Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9202
Title: Desempenho, características de carcaça e exigências nutricionais de proteína e energia para ganho de cordeiros Santa Inês e ½ dorper x ½ Santa Inês em pastejo na região semiárida.
Other Titles: Performance, carcass characteristics and nutritional requirements of protein and energy for Santa Inês and ½ dorper x ½ Santa Inês lambs grazing in the semiarid region.
???metadata.dc.creator???: NASCIMENTO JUNIOR, Nilton Guedes do.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: SILVA, Aderbal Marcos de Azevêdo.
???metadata.dc.contributor.referee1???: MEDEIROS, Ariosvaldo Nunes de.
???metadata.dc.contributor.referee2???: PEREIRA FILHO, José Morais.
Keywords: Ovinos nutrição;Forragem;Cordeiros Santa Inês;Ovinos Santa Inês;Carcaça de ovinos;Ovinocultura;Nutrição de ovinos;Pastejo – ovinos;Sheep nutrition;Fodder;Santa Ines Lambs;Santa Ines Sheep;Sheep carcass;Sheep farming;Sheep nutrition;Grazing sheep
Issue Date: 23-Feb-2010
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: NASCIMENTO JÚNIOR, Nilton Guedes do. Desempenho, características de carcaça e exigências nutricionais de proteína e energia para ganho de cordeiros Santa Inês e ½ dorper x ½ Santa Inês em pastejo na região semiárida. 2010. 60f. (Dissertação de Mestrado em Zootecnia), Programa de Pós-graduação em Zootecnia, Centro de Saúde e Tecnologia Rural, Universidade Federal de Campina Grande - Patos - Paraíba - Brasil, 2010.
???metadata.dc.description.resumo???: Sendo o bioma Caatinga, a fonte de alimento base na alimentação de ovinos criados extensivamente na região semiárida, é de relevância importância estudos que venham avaliar o desenvolvimento dos ovinos, desde o nascimento ao abate, tomando como parâmetros o desempenho e as exigências nutricionais solicitadas pela espécie, visando boas características de carcaça, levando-se em consideração a quantidade e a qualidade da forragem disponível em determinadas épocas do ano. Neste sentido torna-se importante, estratégias de suplementação animal em períodos de estiagem evitando a diminuição da capacidade produtiva do rebanho. O experimento foi conduzido na Fazenda NUPEÁRIDO, unidade experimental pertencente CSTR/UFCG Foram utilizados 36 cordeiros, machos, não castrados, sendo 18 Santa Inês e 18 F1 (Dorper x Santa Inês), destes, doze animais foram utilizados como referência, sendo seis de cada grupo racial e os 24 restantes foram divididos em três tratamentos, apresentando peso médio inicial de 15 kg. Os tratamentos avaliados consistiram de três níveis de ingestão de alimento ajustado em função dos tempos de pastejo (nove, seis e três horas de pastejo) e respectivo nível de suplementação. A distribuição dos animais nos tratamentos ocorria com a formação de lotes homogêneos de três animais sendo um de cada tratamento, à medida que alcançavam o mesmo peso. Quando um dos animais do lote atingia 30 kg de peso corporal, o respectivo lote era abatido. A mistura concentrada foi ofertada ao fim do período de pastejo, sendo elaborado a partir do farelo de milho, farelo de soja, mistura mineral e calcário ajustada de modo que atendesse as recomendações em Proteína Metabolizável (PM), Energia Metabolizável (EM) e Cálcio e Fósforo, estimando-se um ganho de peso médio de 200g/dia. Os resultados obtidos foram analisados utilizando Proc GLM do SAS através de um delineamento experimental inteiramente casualizado em arranjo fatorial 3 x 2 (tempo de pastejo x grupo genético) e procedido uma análise variância, onde as médias das variáveis significativas foram submetidas ao teste de Turkey 5%. Os animais foram pesados a cada sete dias sempre as 08h00min da manhã, com jejum prévio de 15 horas para a avaliação do desempenho. Para a análise da carcaça foi realizado o abate comparativo dos animais e quando um dos animais do grupo atingia 30 kg de peso vivo, os demais animais do grupo eram abatidos, sendo realizadas mensurações dos componentes da carcaça: PJ, PCQ, PCF, PCV, PES, PCOS, PERT, PGAR, e os rendimentos: RB, RCQ, RL, RCOS, RPER, PPR e ICC. A composição corporal de energia e proteína foi estimada derivando-se equações logarítmicas (Log y = a + b * log x). As exigências nutricionais de proteína e energia para ganho foram estimadas através da derivação das equações logarítmicas de composição corporal. A variação dos pesos inicial e final foi significativa (P<0,05) para o grupo racial 1/2 Dorper 1/2 Santa Inês, porém o ganho médio de peso foi equivalente (P>0,05). Avaliando o ganho médio de peso entre os níveis de pastejo, foi observada diferença estatística (P<0,05). A composição corporal de proteína por kg/PCV em ovinos do grupo racial 1/2 Dorper foi de 155,70, superando (P<0,05) os 153,80 do grupo racial Santa Inês. As exigências líquidas de energia não apresentaram diferenças entre os grupos raciais estudados (P>0,05). Portanto, nas condições semiárida de pastejo, os requisitos nutricionais das raças pesquisadas foram atendidos, o que culminou com características de carcaça adequada.
Abstract: Being the Caatinga biome, the food supply based on the power of sheep raised extensively in the semi-arid region, it is of relevance important studies that will evaluate the development of the sheep, from birth to slaughter, taking as parameters the performance and nutritional requirements requested by species, aiming good carcass characteristics, taking into account the quantity and quality of available forage at certain times of year. In this sense it is important, animal feeding systems during drought periods avoiding the decrease of the production capacity of the herd. The experiment was conducted at Fazenda NUPEÁRIDO, experimental unit belonging CSTR / UFCG were used 36 lambs, male, not neutered, 18 Santa Ines and 18 F1 (Dorper x Santa Inês), these twelve animals were used as reference, six of each racial group and the remaining 24 were divided into three treatments, with average initial weight of 15 kg. The treatments consisted of three food intake levels set according to the grazing times (nine, six and three hours of grazing) and their level of supplementation. The distribution of animals in treatments occurred with the formation of homogeneous lots of three animals from each treatment being one, as it reached the same weight. When a batch of animals reached 30 kg body weight of the respective batch was slaughtered. The concentrated mixture was offered to the end of the grazing period, being prepared from corn meal, soybean meal, mineral mix and limestone adjusted so that met the recommendations in Metabolizable Protein (MP), Metabolizable Energy (ME) and Calcium and Phosphorus, estimating an average weight gain of 200 g / day. The results were analyzed using Proc GLM of SAS through a completely randomized design in a factorial arrangement 3 x 2 (grazing time x genetic group) and carried an analysis of variance, where the average of the significant variables were submitted to the Turkey 5 test %. The animals were weighed every seven days always 08:00 am, with fasting for 15 hours for evaluation of performance. For the analysis of housing it was carried out the comparative slaughter of animals and when one of the animals reached 30 kg of live weight, the remaining animals in the group were slaughtered, and made measurements of carcass components: PJ, PCQ, PCF, PCV, PES, PCOS, PERT, PGAR, and yields: RB, WHR, RL, RCOS, RPER, PPR and ICC. The body composition of energy and protein was estimated by deriving logarithmic equations (Log y = a + b * log x). The nutritional requirements of protein and energy for weight gain were estimated through derivation of logarithmic equations of body composition. The variation of the initial and final weight was significant (P <0.05) for the racial group Dorper 1/2 1/2 Santa Inês, but the average weight gain was similar (P> 0.05). Assessing the average weight gain among grazing levels, a statistical difference (P <0.05). The body composition of protein per kg / PCV in sheep's racial group 1/2 Dorper was 155.70, surpassing (P <0.05) the 153.80 racial group Santa Ines. The net requirements of energy did not differ between the racial groups studied (P> 0.05). Therefore, grazing in semi-arid conditions, the nutritional requirements of the studied breeds were met, culminating with adequate housing characteristics.
Keywords: Ovinos nutrição
Forragem
Cordeiros Santa Inês
Ovinos Santa Inês
Carcaça de ovinos
Ovinocultura
Nutrição de ovinos
Pastejo – ovinos
Sheep nutrition
Fodder
Santa Ines Lambs
Santa Ines Sheep
Sheep carcass
Sheep farming
Sheep nutrition
Grazing sheep
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9202
Appears in Collections:Mestrado em Ciência Animal (Patos).

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NILTON GUEDES DO NASCIMENTO JÚNIOR - DISSERTAÇÃO PPGCA 2010.pdfNilton Guedes do Nascimento Júnior - Dissertação PPGCA 2010. 1.04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.