Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9266
Title: Casos registrados de citomegalovirose diagnosticadas no Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) da Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba.
Other Titles: Registered cases of cytomegalovirus diagnosed at the University Hospital Alcides Carneiro (HUAC) of the Federal University of Campina Grande, Paraíba.
???metadata.dc.creator???: TARGINO, Isabely Tamarys Gomes.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CARMO, Egberto Santos.
???metadata.dc.contributor.referee1???: OLIVEIRA, Wylly de Araújo.
???metadata.dc.contributor.referee2???: LEON, Carlos Márcio Moura Ponce de.
Keywords: Citomegalovírus;Infecção congênita;ELISA;Cytomegalovirus;Congenital infection
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: TARGINO, Isabely Tamarys Gomes. Casos registrados de citomegalovirose diagnosticadas no Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC) da Universidade Federal de Campina Grande, Paraíba. 2014. 56 fl. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Bacharelado em Farmácia, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Cuité – Paraíba – Brasil, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: O Citomegalovírus (CMV) é um vírus de DNA pertencente à família herpesviridae que partilha funções como latência e reativação. A transmissão deste pode ocorrer por meio de líquidos corporais e secreções em geral podendo causar infecções congênitas. As manifestações clínicas geradas podem ser tardias como surdez durante a infância, hepatoesplenomegalia em bebês, dentre outras. Desta forma o diagnóstico laboratorial é indispensável para a prevenção e tratamento adequado. A técnica mais utilizada é o teste ELISA. O presente estudo teve como finalidade verificar a prevalência de infecções por CMV no Hospital Universitário Alcides Carneiro de Campina Grande – Paraíba. Trata-se de uma pesquisa do tipo exploratória, descritiva e analítica, com abordagem quantitativa observando idade, sexo, e marcadores sorológicos - IgG e IgM, a partir dos resultados dos exames realizados a partir do teste ELISA nos meses de Setembro a Dezembro do ano de 2009 no Laboratório de Biologia Molecular do HUAC. Encontrou-se uma positividade de anticorpos IgG e IgM reagentes para CMV em média de 97 (45.53%) em 2009. A faixa etária infectada mais prevalente neste ano foi entre 20-39 anos (61.8%), sendo o gênero feminino o mais soroprevalente com 79 casos (81.44%). Existe uma positiva e definida relação entre a soropositividade para CMV e mulheres jovens no município de Campina Grande, Paraíba, e devido este fato, acredita-se que a infecção congênita por CMV nesta região pode ser bastante frequente. Espera-se que o estudo contribua para que se tenha uma visão nova e mais ampla do risco da infecção pelo Citomegalovírus bem como dará subsídios a uma ação mais concreta dos órgãos de saúde pública para a elucidação da prevenção e intervenção terapêutica nesse processo na região.
Abstract: Cytomegalovirus (CMV) is a DNA virus belonging to the family herpesviridae sharing functions such as latency and reactivation. Transmission may occur by body fluids and secretions in general can cause congenital infections. Clinical manifestations can be generated late as deafness during childhood hepatosplenomegaly in babies, among others. The laboratory diagnosis is essential for prevention and treatment. The most used technique is the ELISA test. The present study aimed to of the prevalence of CMV infections in the University Hospital Alcides Carneiro de Campina Grande - Paraíba. This is a survey of exploratory, descriptive and analytic research with quantitative approach noting age, sex, and serologic markers - IgG and IgM, from the results of the examinations from the ELISA test in the months of September to December of 2009 in the Laboratory of Molecular Biology of the HUAC. We found a positive IgG and IgM antibodies to CMV reagents average of 97 (45.53%). The most prevalent age group infected was between 20-39 years (61.8%), with women more soroprevalente with 79 cases (81.44%). There is a positive and definite relationship between seropositivity to CMV and young women in Campina Grande, Paraíba, and due to this fact, it is believed that congenital CMV infection in this region can be quite frequent. It is hoped that the study will contribute to that has a new and broader view of the risk of infection by cytomegalovirus and give subsidies to a more concrete action from public health agencies to the elucidation of prevention and therapeutic intervention in this process in the region.
Keywords: Citomegalovírus
Infecção congênita
ELISA
Cytomegalovirus
Congenital infection
???metadata.dc.subject.cnpq???: Farmácia
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9266
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Farmácia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ISABELY TAMARYS GOMES TARGINO -TCC FARMÁCIA 2014.pdfISABELY TAMARYS GOMES TARGINO -TCC FARMÁCIA 2014965.27 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.