Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9336
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creator.IDAMARAL, R. S.pt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/9038475103460659pt_BR
dc.contributor.advisor1ALMEIDA, José Cezario de.
dc.contributor.advisor1IDALMEIDA, J. C.pt_BR
dc.contributor.advisor1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0014810904673841pt_BR
dc.description.resumoO presente trabalho teve como objetivo compreender os aspectos motivadores da agroecologia, com foco no processo histórico das lutas dos camponeses e a ocupação dos espaços agrários, na perspectivas dos assentamentos. Neste contexto, buscou-se concepções filosóficas da interligação dos domínios ambientais e socioeconômicos, visando a promoção de estilos de vida ecologicamente corretos que contrapõem-se às estruturas técnico- industriais, baseadas na agricultura de insumos químicos. Caracterizou-se a agroecologia e sustentabilidade no campo, a partir dos conceitos e das ações das políticas públicas levadas aos assentamentos brasileiros, com ênfase na reforma agrária, esta, ao longo dos anos, vem redefinindo novos conceitos, concebendo as temáticas propostas construídas na articulação dos movimentos sociais, em função de mudanças estruturais, políticas e na formulação de debates pelos próprios atores da luta pela terra. Procurou-se mostrar, também, o significativo aumento do número de famílias assentadas no País, no período de 1994 a 2015, tomando-se a evolução na distribuição de terras por regiões geográficas, considerando o papel dos movimentos sociais na conquista pela terra. Apresenta-se neste estudo, o registro de 1.346.798 famílias beneficiárias em 9.340 projetos de assentamentos, compreendendo a área de 88.819.725 de hectares nas 27 unidades federativas. Visualiza-se que, os Estados do Maranhão e do Pará são os que mostram maior número de famílias assentadas e os Estados Espírito Santo e Rio de Janeiro, com o menor índice. Este fato confirma a predominância da territorialização da reforma agrária e as desigualdades sociais no Brasil, reflexos da colonização e do regime militar, que se intensifica com os conflitos agrários em todo o território nacional. Depreende-se que, visando contribuir com estas discussões, este trabalho de revisão apóia-se na sugestão de novas e permanentes mudanças no espaço de ocupação legal das terras e o seu cultivo com a implementação de estratégias socioambientais e ecologicamente sustentáveis.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Formação de Professores - CFPpt_BR
dc.publisher.initialsUFCGpt_BR
dc.subject.cnpqCiências Biológicas.pt_BR
dc.titleAgroecologia e sustentabilidade nos assentamentos brasileiros: contexto e situação atual.pt_BR
dc.date.issued2017
dc.description.abstractThe present paper aims to explain the motivating aspects of agroecology, focusing on the historical process of peasant struggles and the occupation of agrarian spaces in the perspective of the settlements. In this context, we sought philosophical conceptions of the interconnection of environmental and socioeconomic domains, aiming at the promotion of ecologically correct lifestyles that are opposed to technical-industrial structures, based on the agriculture of chemical inputs. The agroecology and sustainability were characterized in thept_BR
dc.identifier.urihttp://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9336
dc.date.accessioned2019-11-20T22:03:10Z
dc.date.available2019-11-20
dc.date.available2019-11-20T22:03:10Z
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.subjectAssentamentospt_BR
dc.subjectCamponeses - lutaspt_BR
dc.subjectTerras - ocupaçãopt_BR
dc.subjectAgroecologiapt_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.subjectSettlementspt_BR
dc.subjectPeasants - Fightspt_BR
dc.subjectLand - Occupationpt_BR
dc.subjectAgroecologypt_BR
dc.subjectSustainabilitypt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.creatorAMARAL, Raylane da Silva.
dc.publisherUniversidade Federal de Campina Grandept_BR
dc.languageporpt_BR
dc.title.alternativeAgroecology and sustainability in Brazilian settlements: context and current situation.pt_BR
dc.identifier.citationAMARAL, Raylane da Silva. Agroecologia e sustentabilidade nos assentamentos brasileiros: contexto e situação atual. 2017. 21f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Ciências Biológicas) - Centro de Formação de Professores, Universidade Federal de Campina Grande, Cajazeiras, Paraíba, Brasil, 2017.pt_BR
Appears in Collections:Curso de Licenciatura em Ciências Biológicas CFP

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RAYLANE DA SILVA AMARAL. TCC. LICENCIATURA EM CIÊNCIAS BIOLÓGICAS.2017.pdfRaylane da Silva Amaral. TCC. Licenciatura em Ciências Biológicas.2017.699.57 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.