Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9624
Title: O impacto do diagnóstico e as estratégias de enfrentamento utilizadas por familiares de idosos em tratamento oncológico.
Other Titles: The impact of diagnosis and coping strategies used by relatives of elderly people undergoing cancer treatment.
???metadata.dc.creator???: JANUÁRIO, Ionara de Souza.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: TORQUATO, Isolda Maria Barros.
???metadata.dc.contributor.referee1???: GOUVEIA, Bernadete de Lourdes André.
???metadata.dc.contributor.referee2???: NOGUEIRA, Matheus Figueiredo.
Keywords: Câncer;Idoso;Família;Elderly;Family
Issue Date: 1-Apr-2014
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: JANUÁRIO,Ionara de Souza. O impacto do diagnóstico e as estratégias de enfrentamento utilizadas por familiares de idosos em tratamento oncológico. 2014. 74 fl. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Bacharelado em Enfermagem, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Cuité – Paraíba – Brasil, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: O câncer configura-se como um evidente problema de saúde pública mundial, estando em ascendência entre o público idoso. Trata-se de uma doença crônico-degenerativa cujo diagnóstico traz consigo importantes repercussões no âmbito familiar, exigindo o uso de estratégias de enfrentamento que possibilitem o ajustamento psicológico gradual e a adaptação ao novo contexto. Desta forma, esta pesquisa tem como objetivo analisar o impacto do diagnóstico e as estratégias de enfrentamento utilizadas por familiares de idosos em tratamento oncológico. Metodologia: Tratou-se de um estudo exploratório-descritivo de natureza transversal com abordagem qualitativa, realizado no município de Cuité – PB, na Rede de Atenção Primária do referido município. Participaram da pesquisa 10 familiares de idosos em tratamento oncológico, e os dados foram coletados mediante a realização de uma entrevista semi-estruturada, a qual foi gravada, transcrita e analisada sob a ótica de Minayo na modalidade temática da análise de conteúdo e posteriormente discutidos a luz da literatura pertinente ao tema proposto. Resultados: Como resultado da análise dos dados obteve-se duas Unidades Temáticas Centrais intituladas Núcleo de Sentido I: A revelação do diagnóstico de câncer e as repercussões na família de onde emergiram três categorias: Categoria I: O impacto do diagnóstico de câncer para a família: um conflito de sentimentos; Categoria II: A relação dialógica entre a família e o profissional de saúde frente ao diagnóstico de câncer; e Categoria III: Alterações na rotina e relações familiares: uma fase de perdas e ganhos; Núcleo de sentido II: Desvelando dificuldades e estratégias de enfrentamento familiares no tratamento do idoso oncológico, deste núcleo emergiram ainda duas categorias: Categoria I: O cuidado ao idoso com câncer: evidenciando dificuldades familiares e Categoria II: A fé em Deus, a religião e o apoio familiar como estratégias de Coping utilizadas pela família frente ao tratamento do câncer. Os resultados evidenciaram conflitos de sentimentos no momento do diagnóstico, os quais foram potencializados mediante o contexto da revelação da doença, mudanças nas relações e no cotidiano familiar assim como dificuldades estruturais e financeiras durante o processo de tratamento do idoso. Contudo, estratégias de enfrentamento foram utilizadas pelos entrevistados, sendo a fé em Deus, a religiosidade e a busca pelo apoio familiar e de profissionais de saúde as mais importantes. Conclusão: Os familiares de idosos acometidos por câncer merecem uma atenção especial tendo em vista as singularidades presentes no intercurso de uma enfermidade complexa e de longa duração como o câncer. Por tratar-se de um momento delicado, a participação de uma equipe multiprofissional capacitada é de grande relevância para atuar durante todas as etapas e dificuldades vivenciadas pelos familiares desde o diagnóstico até o término do tratamento oncológico.
Abstract: The cancer appears as an obvious public health problem worldwide, being in ancestry between elderly public. It is a chronic degenerative disease whose diagnosis brings with important repercussions within the family, requiring the use of coping strategies that allow the gradual psychological adjustment and adaptation to the new context. Thus, this research aims to analyze the impact of the diagnosis and the coping strategies used by families of elderly cancer treatment. Methodology: This was a descriptive exploratory study with a qualitative approach cross-cutting nature, conducted in the city of Cuité - CP at Primary Care Network of said municipality. 10 families participated in the survey of elderly in cancer treatment, and data were collected by means of a semi-structured interview, which was recorded, transcribed and analyzed from the perspective of Minayo in thematic content analysis and subsequently discussed light of the relevant literature to the proposed topic. Results: As a result of the data analysis yielded two protected Central Core Issue entitled Sense I: Disclosure of the diagnosis of cancer and the impact on the family from which emerged three categories : Category I: The impact of a cancer diagnosis for the family : a conflict of feelings ; Category II : The dialogic relationship between the family and the health professional 's diagnosis of cancer ; Category III : Changes in routine and family relations : a phase of losses and gains ; Core of meaning II : Unveiling difficulties and family coping strategies in the treatment of oncological elderly, this nucleus also fell into two categories : Category I: Caring for the elderly with cancer : evidence of family difficulties and Category II : Faith in God , religion and family support as coping strategies used by the family to the treatment of cancer . The results showed conflicting feelings at the time of diagnosis , which were exacerbated by the context of the development of the disease , changes in relationships and family life as well as structural and financial difficulties during the process of treatment of the elderly . However , coping strategies were used by respondents , with faith in God , religion and the search for family support and health professionals the most important. Conclusion: The relatives of elderly patients with cancer deserve special attention in view of the singularities present in the intercourse of a complex and long-term illness such as cancer. Because it is a delicate moment, attended by a skilled multidisciplinary team is of great relevance to act during all the stages and difficulties experienced by families from diagnosis to the end of cancer treatment.
Keywords: Câncer
Idoso
Família
Elderly
Family
???metadata.dc.subject.cnpq???: Saúde Publica
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9624
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Enfermagem

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
IONARA DE SOUZA JANUARIO- TCC ENFERMAGEM 2014.pdfIONARA DE SOUZA JANUARIO- TCC ENFERMAGEM 20143.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.