Please use this identifier to cite or link to this item: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9856
Title: Medidas antropométricas e condições de vida de escolares da rede estadual de ensino: um retrato do Curimataú e Seridó paraibano.
Other Titles: Anthropometric measurements and living conditions of students from the state school system: a portrait of Curimataú and Seridó Paraibano.
???metadata.dc.creator???: COSTA, Darlenne Pontes.
???metadata.dc.contributor.advisor1???: CARDOSO, Vanille Valério Barbosa Pessoa.
???metadata.dc.contributor.referee1???: PALMEIRA, Poliana de Araújo.
???metadata.dc.contributor.referee2???: SILVA, Michele Cristine Medeiros da.
Keywords: Estado Nutricional;Condições Sociais;Vigilância Nutricional;Nutritional Status;Social Conditions;Nutritional Surveillance
Issue Date: 2014
Publisher: Universidade Federal de Campina Grande
Citation: COSTA,Darlenne Pontes. Medidas antropométricas e condições de vida de escolares da rede estadual de ensino: um retrato do Curimataú e Seridó paraibano. 2014. 63 fl. (Trabalho de Conclusão de Curso – Monografia), Curso de Bacharelado em Nutrição, Centro de Educação e Saúde, Universidade Federal de Campina Grande, Cuité – Paraíba – Brasil, 2014.
???metadata.dc.description.resumo???: Os escolares representam um importante grupo para análise das condições de vida de uma população, pela sensibilidade que seu estado de saúde apresenta à realidade em que estão inseridas. Neste sentido, o objetivo deste estudo foi caracterizar as medidas antropométricas e as condições de vida de crianças de 5 a 10 anos matriculadas nas escolas estaduais da 4ª Gerência Regional de Ensino da Paraíba. Esta pesquisa constitui-se de um trabalho científico de natureza descritiva, com abordagem quantitativa dos dados, que foram coletados tanto com as crianças, como também com seus responsáveis. Com as crianças, os dados foram referentes às suas medidas antropométricas de peso e estatura. Utilizando estas medidas foi calculado o IMC e em seguida estes foram analisados utilizando as Curvas de Crescimento da OMS. A partir disso, foi avaliado o estado nutricional segundo os índices Peso/Idade, Estatura/Idade e IMC/idade. Os dados relacionados às condições de vida foram obtidos mediante aplicação de um questionário com os responsáveis, e a análise dos dados foi realizada com o programa estatístico SPSS. Das 762 crianças participantes, a amostra foi constituída por um total de 257. De acordo com peso/idade, estatura/idade e IMC/idade, os escolares apresentaram prevalência de eutrofia nos três parâmetros com 62,3%, 75,7% e 62,6%, respectivamente. Quanto à renda das famílias, 87,5% referiram ter renda total inferior a um salário mínimo, os caracterizando como indivíduos com baixas condições econômicas. Porém, é importante destacar que para estes, existe uma cobertura significativa de programas governamentais, como o Programa Bolsa Família (83,7%). Quanto às condições de vida, o item educação apresentou a melhor avaliação, tendo obtido o maior percentual da opção “bom” com 87,2. A análise da relação do estado nutricional dos escolares com a frequência com que estes se alimentavam fora de casa demonstrou que entre os participantes com sobrepeso, 47,8% nunca se alimentava fora de casa e 39,1% disseram que 9 raramente tinham essa prática. Diante dos resultados foi possível concluir que apesar do estado nutricional do maior percentual de participantes se encontrar adequado para sua idade, é importante que se tenha um olhar também sobre aqueles que se encontram em situação de risco nutricional e, sobretudo sobre os casos de desvios da eutrofia, ou seja, com desnutrição e sobrepeso. Em relação às condições de vida foi percebido que a maioria se trata de pessoas que mantêm vidas simples, com pouca escolaridade e poucos recursos financeiros. Finalmente, sugere-se que novas pesquisas utilizando as demais ferramentas de avaliação e uma metodologia longitudinal para o acompanhamento do estado de saúde, sejam realizadas.
Abstract: The students represent an important group for analysis of living conditions of a population by sensitivity to their health status presents the reality in which they are inserted. In this sense, the objective of this study was to characterize the anthropometric measurements and the living conditions of children from 5 to 10 years of age enrolled in state schools of the 4TH Regional Management of Teaching of Paraiba. This research consists of a scientific study of descriptive, quantitative approach to the data, which were collected both with the children, but also with their parents. With children, the data were related to their anthropometric measurements of weight and height. Using these measures was calculated BMI and these were then analyzed using the WHO Growth Charts. From this, we evaluated the nutritional status according to weight / age, height / age and BMI / age indexes. The data related to living conditions were obtained by the application of a questionnaire with the responsible and the analysis of data was performed using the SPSS statistical program. Of the 762 participating children, the sample consisted of a total of 257. According to weight / age, height / age and BMI / age, the students showed prevalence of normal weight in the three parameters with 62.3%, 75.7% and 62.6%, respectively. As for the income of families, 87.5% reported having less than a minimum wage total income, those characterized as individuals with poor economic conditions. But it is important to note that for these there is significant coverage of government programs, such as the Bolsa Família Program (83.7%). As for living conditions, the item had the best education evaluation, having obtained the highest percentage of "good" option with 87.2%. The analysis of the relationship between the nutritional status of schoolchildren with the frequency that they ate outside the home, showed that among overweight participants, 47.8% never ate outside the home and 39.1% said they rarely had this practice. Based on the results it was possible to concluded that although the nutritional status of the highest percentage of 11 participants find suitable for their age it is also important to have a look on those who are at nutritional risk and especially in cases of deviations from the eutrophic, or with malnutrition and overweight. In relation to living conditions was noticed that the majority keeps a simple life, with little education and few financial resources. Finally, it is suggested that further research using other assessment tools and a methodology for longitudinal monitoring of health status must be made.
Keywords: Estado Nutricional
Condições Sociais
Vigilância Nutricional
Nutritional Status
Social Conditions
Nutritional Surveillance
???metadata.dc.subject.cnpq???: Nutrição
URI: http://dspace.sti.ufcg.edu.br:8080/jspui/handle/riufcg/9856
Appears in Collections:Curso de Bacharelado em Nutrição

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DARLENNE PONTES COSTA - TCC NUTRIÇÃO 2014.pdfDARLENNE PONTES COSTA - TCC NUTRIÇÃO 20141.09 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.